Efeitos da Fisioterapia Aquática no Tratamento de Transtornos Mentais – Um Estudo Piloto







Objetivo:

Identificar os efeitos da fisioterapia aquática em indivíduos portadores de transtornos mentais.

Método:

Estudo piloto em formato de ensaio clínico, controlado e monocego.
A amostra inicial contou com 16 indivíduos com diagnóstico clínico de algum transtorno mental, os quais foram divididos em dois grupos: grupo 1 (fibromialgia n=6) e grupo 2 (transtornos de ansiedade n=10), ambos submetidos a um mesmo protocolo de intervenção fisioterapêutico de 24 sessões, de 1 hora cada.
Os indivíduos responderam a vários questionários antes e ao final das intervenções.
Os dados foram digitados no programa SPSS 15.0 e os testes estatísticos usados foram o teste t de student e qui-quadrado de Yates, considerando p<0,05.

Resultados:

Obtivemos 4 perdas ao longo do estudo, portanto, a amostra final ficou sendo 12, divididos em dois grupos:

grupo 1 (n=6) e grupo 2 (n=6). Ambos os grupos melhoraram após as intervenções, sendo que o grupo 1 obteve melhora significativa em mais domínios se comparados ao grupo 2, que melhorou significativamente apenas no domínio de limitações emocionais da SF-36 e na diminuição dos sintomas obsessivo-compulsivos (p<0,03 para
ambos). Conclusões. os resultados deste estudo sugerem que a fisioterapia aquática é benéfica no tratamento de transtornos mentais.

Artigo completo

Escrito por:

Michele Fonseca Vieira
Viviane Batista Cristiano
Ygor Arzeno Ferrão
Daniela Aldabe, Verlaine Balzan Lagni

Você não pode perder:

Atualizações em Reabilitação Cardiopulmonar
eBook de Fisioterapia Hospitalar Completo
Drive Virtual de Fisioterapia



COMENTE O POST

Coloque no Google Plus

About Faça Fisioterapia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

Shopping