A Fisioterapia na Artrose e Artrite de Mão






http://veja.abril.com.br/assets/pictures/50591/artrite-maos-20110927-size-598.jpg?1317138771

As doenças capazes de atingir as articulações do corpo são um grande cammpo de trabalho para os fisioterapeutas. Dentre as mais conhecidas, estão a artrite e a artrose. Com causas genéticas, ligadas ao envelhecimento ou por movimentos incorretos durante um período, é preciso muita atenção para que os sintomas e  limitações não atrapalhem a vida do paciente.

A artrite surge em qualquer idade, mas é mais comum dos 35 aos 50 anos e no sexo feminino. Já a artrose tem maior incidência entre os idosos e representa até 40% das consultas em ambulatórios de reumatologia. O melhor momento para combater a artrite é nos primeiros três meses dos sintomas, quando ainda não há danos importantes às articulações. Rigidez, especialmente ao acordar, e dores nas juntas devem ser levadas a sério.

Outros sinais e sintomas podem estar presentes como:

  • Rigidez articular após períodos de inatividade ou de uso excessivo
  • Sensação de "areia" no interior das articulações ou de "travamento" durante um movimento
  • Crescimento ósseo nas "extremidades" das articulações afetadas, levando a deformidades ósseas
  • Edema articular (inchaço)
  • Diminuição gradual da amplitude dos movimentos, produzindo limitações funcionais como perda de movimento ou incapacidade total de membros
  • Presença de crepitação audível e palpável, sobretudo nas articulações dos joelhos, ombros, cotovelos, e tornozelos.

Ações para não sobrecarregar as juntas

- Ao segurar ou levantar um prato ou bandeja, coloque as palmas das mãos por baixo

- Ao ler livros e jornais, não os segure nem aperte com os polegares

- Use talheres com cabos mais grossos ou amplie as alças de facas e outros utensílios com tubos de espuma. Cabos maiores são mais fáceis de segurar

- Ao cortar algo com faca, pegue-a com as duas mãos para ter mais força e segurança. Ou tente usar um cortador

Exercícios e Recomendações para a artrose da mão

Fig. 1

Espalmar a mão em cima duma mesa com os dedos esticados e bem abertos. Pode auxiliar com a outra mão, em especial no caso do dedo polegar.
Fig. 2

Vá com a ponta do dedo polegar até à raiz do dedo mínimo e faça força contra ele. Conte até 10.

Fig. 3

Coloque as pontas dos dedos esticados em cima da mesa e faça força até que as unhas fiquem um pouco brancas. Conte até 10.

Fig. 4

Coloque as pontas do dedo polegar e indicador uma contra a outra, e tente desenhar uma argola perfeita. Treine com o gargalo de uma pequena jarra. Faça força e conte até 10.

Para defender as suas mãos e para que possa continuar a fazer tarefas domésticas e pessoais do dia-a-dia, existem alguns apetrechos que facilitam a sua vida.

Fig. 5

As torneiras devem ser de manípulo longo ou de cruzeta. Pode adaptar-se um pequeno dispositivo para facilitar o uso das torneiras sem manípulo.

Fig. 6

Para escorrer a roupa, utilize o cano duma torneira podendo deslizar as mãos sobre a peça de roupa ou utilizar as duas mãos para a torcer.


Fig. 7
Um simples pedaço de madeira ou de plástico com uma ranhura, faz da chave de sua casa um objecto muito simples de usar.

Fig. 8

Use botões largos com casas apropriadas ao tamanho. Coloque argolas nos fechos de correr.

Fig. 9

- Ao manipular ingredientes no preparo de alimentos, não prenda a colher com o polegar. Em vez disso, segure-a na palma da mão com os dedos enrolados em torno do punho

- Ao escovar os dentes e pentear-se, segure a escova com todos os dedos

- Lubrifique as fechaduras mais difíceis ou peça a um chaveiro para trocá-las

- Abuse dos antiderrapantes

- Use tesoura com mola para cortar objetos. Elas diminuem o trabalho dos músculos e das articulações

- Ao escrever, use uma caneta mais grossa ou emborrachada

- Sempre que possível, utilize aparelhos elétricos, como abridor de latas, escova de dentes e chave de fenda

Como saber se posso fazer exercícios físicos se tenho artrose?

Há dois fatores a serem considerados: o exercício físico pode ser tanto a causa da artrose, como pode ajudar no seu tratamento.

Uma articulação saudável depende de atividades físicas dentro de limites fisiológicos, que contribuam para a boa nutrição articular. A inatividade ou o uso excessivo de uma articulação pode levar a danos.

O risco de uma pessoa desenvolver artrose devido à realização de atividades físicas deve ser avaliado individualmente, levando em consideração as condições próprias da articulação. Juntas normais podem tolerar exercícios prolongados e vigorosos sem maiores consequências clínicas, mas indivíduos que têm fraqueza muscular, anormalidades neurológicas, alterações anatômicas ósseas, alterações articulares hereditárias ou congênitas e que praticam exercícios que sobrecarregam os membros, provavelmente acabam acelerando o desenvolvimento da doença.

Com ajuda daqui


Você não pode perder:

Atualizações em Reabilitação Cardiopulmonar
eBook de Fisioterapia Hospitalar Completo
Drive Virtual de Fisioterapia



COMENTE O POST

Coloque no Google Plus

About Faça Fisioterapia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

Shopping