Tratamento Fisioterapêutico no Linfedema






http://boaforma.abril.com.br/imagens/materias/drenagem-linfatica-turbinada.jpg

Você irá se submeter a tratamento de linfedema? Está com dúvidas? A partir de agora você irá conhecer alguns detalhes do tratamento ao qual irá se submeter. Para começar, saiba que o tratamento do linfedema exigirá de você uma boa dose de força de vontade e perseverança. Tenho certeza que estas são as suas qualidades mais marcantes, afinal você já passou pelo que passou e está aí mais forte do que antes, não é?

Entender a importância da técnica e de cada fase irá contribuir para o sucesso do tratamento e também a fará suportar algum eventual desconforto, além de prepará-la psicologicamente para esta nova empreitada. Então, vamos lá?

O Início do tratamento - O primeiro dia será reservado para a avaliação, exame físico, orientações, explicação do tratamento e determinação do material necessário para as sessões.

Avaliação e Exame Físico - Mesmo com o diagnóstico confirmado pelo médico, o fisioterapeuta fará sua própria avaliação e exame físico, que serão importantes para o tratamento. Nesta fase algumas questões (como as que estão abaixo) deverão ser respondidas por você.

Portanto prepare-se para elas e se necessário, faça anotações para não esquecer algum detalhe e leve-as no dia da avaliação.

  • Como e quando apareceu o linfedema?
  • Sente dor? Com que frequência? Em que situações sente dor?
  • Tem outra doença além do linfedema?
  • Tem alguma alteração na pele?
  • Fez radioterapia?
  • Houve alguma complicação pós-cirúrgica?
  • Toma medicamentos? Quais?

Observação: Provavelmente serão solicitados os seus exames atuais e antigos, leve-os com você!

Após esta entrevista inicial, o exame será iniciado através da verificação do estado da sua pele, do edema e sua extensão. O fisioterapeuta fará algumas medidas e anotações.

A automassagem poderá ser orientada e ensinada de maneira simples e de fácil compreensão, assim como alguns exercícios para serem realizados em casa. Qualquer dúvida em relação aos exercícios, a massagem ou com os cuidados com a pele, devem ser sanados, aproveite as sessões com o seu fisioterapeuta, que na primeira fase do tratamento serão diárias, para esclarecer estes e quaisquer outros problemas relacionados ao seu tratamento.

É importante lembrar que o tratamento do linfedema envolve um conjunto de ações, todas importantes para a obtenção de bons resultados. Você e o seu fisioterapeuta são a partir de agora uma equipe com um desejo em comum: o sucesso!

Primeira Fase do Tratamento

O tratamento irá se dividir em duas fases. A primeira fase é mais intensa e as sessões poderão ocorrer diariamente.

Dependendo do grau do linfedema, a sessão poderá ser iniciada pela Pressoterapia após algumas manobras de desobstrução dos linfonodos. A pressoterapia é realizada através de um aparelho ligado a uma luva que exercerá pressão no seu braço com o intuito de diminuir o edema e dar mobilidade à pele. O fisioterapeuta é que decidirá sobre a necessidade ou não da utilização deste aparelho.

Será realizada a Linfodrenagem Manual que tem por objetivo reduzir o edema. Esta técnica é realizada manualmente nas regiões de drenagem do membro acometido que estejam livres de edema ou onde a pele do edema já esteja móvel suficientemente para permitir as manobras. Não se surpreenda se no primeiro dia a linfodrenagem se limite ao seu tronco, a linfa está sendo estimulada e conduzida corretamente.

Em seguida, o enfaixamento compressivo funcional que irá garantir a manutenção do que foi alcançado na sessão até o dia seguinte e auxiliar na diminuição do edema quando associado aos exercícios. O enfaixamento deve permitir a movimentação de todas as articulações, avise o fisioterapeuta sobre qualquer sensação desconfortável. Um desconforto natural e que deverá ser suportado é o calor proporcionado pelas sucessivas camadas de faixas utilizadas neste procedimento. Seja forte, pois este procedimento é essencial para os bons resultados.

Com o enfaixamento pronto passarão agora aos Exercícios Linfocinéticos que deverão ser realizados sempre após o enfaixamento, senão terão efeito contrário e o edema aumentará.

A primeira sessão terminou e você irá para casa com o enfaixamento e permanecerá com ele até a próxima sessão.

Assim será a primeira fase do tratamento que irá durar até a redução máxima do edema quando passará a segunda fase ou de manutenção que iremos comentar em nosso próximo encontro.

Vera Lúcia Miranda
Fisioterapeuta
Colaboradora convidada pelo Instituto Oncoguia


Você não pode perder:

Atualizações em Reabilitação Cardiopulmonar
eBook de Fisioterapia Hospitalar Completo
Drive Virtual de Fisioterapia



COMENTE O POST

Coloque no Google Plus

About Faça Fisioterapia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

Shopping