Bronquite crônica: conceitos, fisioterapia e dicas para melhora








A bronquite crônica é uma condição clínica caracterizada por excesso de secreção mucosa na árvore brônquica, levando a sintomas de tosse crônica ou de repetição junto com expectoração, pelo menos em 3 meses do ano, e em dois anos sucessivos.

Juntamente com outra doença pulmonar, o enfisema, a bronquite crônica caracteriza a chamada Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (ou DPOC). Isto porque estas duas doenças, embora por diferentes mecanismos, têm como principais fatores etiológicos, o hábito de fumar cigarros e a poluição ambiental, levando a uma síndrome pulmonar que se caracteriza por obstrução crônica das vias aéreas inferiores.

Após as manifestações clínicas, o paciente com DPOC (bronquite crônica ou enfisema) passa a apresentar uma piora progressiva e irreversível das funções pulmonares, pois para evitar sua progressão, o diagnóstico teria que ser feito antes dos sintomas clínicos aparecerem.

Um dos principais fatores para o desenvolvimento da bronquite é o uso contínuo do cigarro, outras pessoas propensas a terem bronquite são os idosos, crianças e bebês, e pessoas com doenças cardíacas ou pulmonares. Além do uso do cigarro, fatores externos como a poluição do ar, o contato com alguns elementos, como pessoas que trabalham em minas de carvão, fábricas de tecidos ou que lidam com grãos estão propensas a desenvolver bronquite.

A fisioterapia busca tratar de quadros de bronquite por meio da fisioterapia respiratória Fisioterapia Respiratória, que utiliza técnicas manuais e/ou aparelhos e exercícios respiratórios, com o objetivo do paciente eliminar as secreções, favorecer a expectoração, facilitar a respiração e melhorar o estado pulmonar do paciente. Além de receberem tratamento pela fisioterapia respiratória, pacientes com bronquite podem receber tratamento por meio da Reeducação Postural Global (RPG).

Dicas para evitá-la:

* Reúna todas as forças e tente parar de fumar. Se não conseguir, tente fumar menos e evite locais onde haja pessoas fumando;

* Beba bastante água, pois ela ajuda a diluir as secreções brônquicas e facilita a expectoração;

* Lave as mãos com frequência;

* Utilize máscara ou outro equipamento protetor, se você está sujeito à inalação de elementos irritantes;

* Evite contato com pessoas resfriadas, gripadas ou com outras doenças transmissíveis por via respiratória;

* Não iniba a tosse produtiva;

* Evite permanecer muito tempo em ambientes com ar condicionado ou em locais com ar seco demais.


Você não pode perder:

Atualizações em Reabilitação Cardiopulmonar
eBook de Fisioterapia Hospitalar Completo
Drive Virtual de Fisioterapia



COMENTE O POST

Coloque no Google Plus

About Faça Fisioterapia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

Shopping