Tenho LER. E agora?






http://1.bp.blogspot.com/_ixUWzyeSh14/TMX432oaIOI/AAAAAAAABQ8/ufnG4BmTeqE/s1600/ler.jpg

Aquela dorzinha desagradável ao movimento urgiu e você não sabe o que é? Observe se você não está usando a região dolorida demais. Se estiver, provavelmente você foi acometido com a LER, a lesão por esforços repetitivos.
Se você vem notando que há perda das suas funções e desempenho na região, procure um tratamento!

Uma rotina diária e intensa que utiliza muito membro superiores, por exemplo,  favorece facilmente o desenvolvimento dos sintomas de LER ou DORT (Doenças Relacionadas ao Trabalho). Os problemas mais comuns são dor e edema (inchaço) na região acometida. Muitas vezes pode apresentar vermelhidão e aumento de temperatura no local da dor, ou seja, todos os sinais inflamatórios na região submetida ao esforço.

As lesões incluídas na LER ão todas aquelas que provocam dor ao paciente como tendinite, tenossinovite, bursite, epicondilite, cervicalgia, dorsalgia, lombalgia, artrite, sinovite, contraturas musculares (síndrome dolorosa miofascial), até as mais sérias como distensões musculares e lesões tendíneas. Para tratamento ser eficiente, o ortopedista observa que cada caso deve ser avaliado individualmente, observando o tipo de atividade e o quadro clínico do paciente.

No tratamento usa-se métodos analgésicos com medicamentos para dor, anti-inflamatórios, relaxantes musculares, fisioterapia, acupuntura. Muitas vezes é necessário repouso com afastamento temporário do trabalho e pode haver até a necessidade de imobilização do segmento acometido. Uma boa forma de prevenção é seguir orientações quanto a ergonomia no trabalho e nos afazeres do dia a dia", observa.

Em caso de suspeita da LER, precisa procurar ajuda progfissional. A realização de exercícios na fase aguda da doença (na vigência de dor e processo inflamatórios) não é recomendada.

Após este período e com o desaparecimento dos sintomas, é recomendada a realização de fisioterapia e/ou atividade física, imprescindível para a prevenção de processos inflamatórios localizados, visando alongamento e recondicionamento muscular, deixando o sistema músculo esquelético melhor preparado para as atividades diárias. Portanto, os exercícios são a melhor recomendação para qualquer paciente e tipo de queixa.


Você não pode perder:

Atualizações em Reabilitação Cardiopulmonar
eBook de Fisioterapia Hospitalar Completo
Drive Virtual de Fisioterapia



COMENTE O POST

Coloque no Google Plus

About Faça Fisioterapia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

Shopping