Artrite Reumatoide pode comprometer os pulmões






 http://www.instpilates.com.br/wp-content/uploads/2013/12/artrite-reumatoide-pilates.jpeg

A artrite reumatoide é uma doença inflamatória, crônica, caracterizada por dor e inchaço em várias articulações do corpo. Apesar da predileção pelas articulações, a artrite reumatoide pode acometer os pulmões e outras partes corporais.

A doença crônica progressiva que, se não diagnosticada a tempo, pode incapacitar, provocar deformidades e roubar a qualidade de vida de homens e mulheres no auge da fase produtiva. Para os portadores da doença crônica e degenerativa, as atividades corriqueiras podem se tornar um martírio.

Anormalidades nos pulmões e na pleura, que é uma membrana que reveste os pulmões, são comuns na artrite reumatoide, mas muitas vezes não resultam em sintomas significantes. Quando presentes, os sintomas podem representar diferentes doenças.

A doença intersticial pulmonar é a manifestação mais comum. Os sintomas podem incluir tosse, falta de ar, mal estar, emagrecimento e febre. O raio x e a tomografia de tórax mostram alterações típicas que ajudam no diagnóstico. Caso seja necessário, pode ser realizada a prova de função pulmonar, que é um exame para verificar se há alteração no fluxo de oxigênio dos pulmões. Mais raramente, indica-se a biópsia pulmonar, com a retirada de um fragmento do tecido doente para análise.

No tratamento dessa condição, o uso de corticoide, como a prednisona, em doses elevadas é frequentemente necessário. Em casos mais graves, pode ser utilizado corticoide na forma de infusão intravenosa. Caso não haja melhora com os corticoides, outros medicamentos, como a ciclofosfamida, podem ser empregados.

Bronquiectasias, que são dilatações nos brônquios, podem ocorrer em pacientes com artrite reumatoide, mas muitas vezes não provocam sintomas. Para pacientes que requerem tratamento, são utilizados antibióticos, anti-inflamatórios e medicamentos para dilatar os brônquios.

Nódulos reumatoides são as manifestações pulmonares específicas da artrite reumatoide. Consistem em nódulos que podem ser observados pelo raio x ou pela tomografia de tórax. Frequentemente não há sintomas associados. Às vezes é necessária a realização de biópsia para confirmar o diagnóstico.

Já o acometimento da pleura, caracterizado por derrame pleural, que é um acúmulo de líquido, é mais comum em homens. Os sintomas, quando presentes, são dor torácica, febre e falta de ar. Ocasionalmente pode haver infecção por bactérias associada ao derrame pleural.

A toracocentese é um procedimento que consiste na retirada do líquido através de uma agulha colocada no tórax, o que possibilita enviar o líquido para exame para ajudar no diagnóstico. A biópsia da pleura pode ser necessária para determinar a causa do derrame pleural. O quadro pode apresentar resolução espontânea, sem tratamento. Em outros casos, pode ser necessário o tratamento com anti-inflamatórios, corticoides ou mesmo procedimentos cirúrgicos.

Outras doenças pulmonares podem ocorrer em associação à artrite reumatoide, mas são menos frequentes. Independentemente da manifestação, é importante que o paciente faça acompanhamento regular com o reumatologista e o pneumologista para que seja alcançado o controle adequado da doença.

Com ajuda daqui


Você não pode perder:

Atualizações em Reabilitação Cardiopulmonar
eBook de Fisioterapia Hospitalar Completo
Drive Virtual de Fisioterapia



COMENTE O POST

Coloque no Google Plus

About Faça Fisioterapia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

Shopping