Pilates melhorando a condromalácia patelar






http://www.dietaebeleza.com/wp-content/uploads/2099/08/quatro-apoios-gluteos-overball.jpg

É mais comum do que se imagina pessoas, principalmente as mulheres, sofrerem de um problema no joelho chamado condromalácia.  Também conhecida como síndrome da dor patelo-femural ou joelho de corredor, a condromalácia patelar consiste em uma espécie de "amolecimento" da cartilagem.

Esse amolecimento vem da degeneração da cartilagem do joelho que fica entre a patela (osso do joelho) e o fêmur (osso da coxa). São quatro níveis de gravidade:

1. Amolecimento da cartilagem e edemas;
2. Fragmentação da cartilagem ou fissuras com diâmetro menor do que 1,3 cm;
3. Fragmentação ou fissuras com diâmetro maior do que 1,3 cm;
4. Perda completa da cartilagem articular.

Acredita-se que a causa seja relacionada a fatores anatômicos, histológicos e fisiológicos que podem resultar em um enfraquecimento e amolecimento da cartilagem envolvida. Assim como as alterações de alinhamento da patela, que excursiona fora do local adequado, ocasionando atrito entre sua superfície articular e a superfície articular do fêmur, desse modo provocando "desgaste".

O PILATES age de forma fantástica no alinhamento patelar, Tem que haver um alerta para manter o controle e alinhamento na articulação do quadril irá garantir que o joelho está corretamente posicionado entre a anca e o pé impedindo qualquer torção indesejada na articulação do joelho durante a flexão do joelho carregado. Os resultados do tratamento são geralmente bons, porque o repertório de Pilates permite o foco sobre as questões específicas relacionadas com a lesão.

No caso da condromalácia patelar são inclusos exercícios de potência, força, alongamento e mobilização do membro inferior, sempre com o cuidado de evitar sobrecarga na articulação em questão. Em termos de tratamento, os movimentos podem ser utilizados para tratar a lesão num nível artrocinemático mais local tratando a forma como os movimentos comuns na cápsula da articulação. Elementos como rolo e deslizamento podem ser abordados em um ambiente suportado como supino com os pés no Reformer.

No geral, é importante o alongamento dos ísquiotibiais, o qual seu encurtamento implica em um agravamento no atrito da patela com o fêmur, no momento da marcha. Uma atenção especial ao quadríceps, sobretudo o vasto medial e banda iliotibial, tendões e panturrilha também são extremamente necessárias para equilibrar as forças atuantes sobre a patela.

Apesar de tratar e controlar essas questões, reduzir as forças destrutivas sobre os joelhos  contribuem para que  o corpo não reverta  todas as mudanças estruturais que ocorreram.

Você não pode perder:

Atualizações em Reabilitação Cardiopulmonar
eBook de Fisioterapia Hospitalar Completo
Drive Virtual de Fisioterapia



COMENTE O POST

Coloque no Google Plus

About Faça Fisioterapia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

Shopping