Fraqueza de glúteos e a Postura











Os glúteos são divididos em três músculos:

Glúteo máximo: é o maior, mais superficial e tem função primária na extensão do quadril e também é um importante rotador lateral.

Glúteo médio: importante abdutor com 60% da área de corte transverso total dos abdutores, suas fibras anteriores realizam rotação medial e as fibras posteriores rotação lateral.

Glúteo mínimo: é o mais profundo, todas as fibras realizam abdução e as fibras anteriores rotação medial e flexão.

Estes músculos apresentam grande importância na estabilização do quadril, joelho e lombar.


O conjunto de músculos abdominais e glúteos juntos são responsáveis pela estabilização e sustentação do quadril. O Quadril retrovertido (bumbum para dentro) pode causar compressão nos discos vertebrais (hérnias de disco), sobrecarregar a região lombar, causar cifose na região torácica e projetar da cabeça à frente do corpo (deslocamento dos discos cervicais)

O glúteo máximo também atua intensamente na manutenção do tronco ereto. Na posição ortostática (em pé), a extensão completa do quadril é de extrema importância para o alinhamento dos segmentos corporais desta região. Contudo, esta posição de extensão completa pode ser impedida por uma contratura dos flexores do quadril que, consequentemente, adquire-se com a posição sentada por um longo tempo e, também, com a fraqueza generalizada dos extensores do quadril.

POSSÍVEIS SINTOMAS DOS GLÚTEOS FRACOS

Com os glúteos mais enfraquecidos, nota-se um desequilíbrio corporal e a seguinte sequência:
  • Momento Varo
  • Momento de escoliose transitória (compensação com inclinação do tronco contra-lateral)
  • Valgo do Joelho com queda da pelve contra-lateral.

O teste para avaliar um valgo dinâmico é o stepdown test. Na imagem, esta queda contralateral da pelve leva à alteração da postura com assimetrias no corpo gerando sobrecarga nas regiões do joelho (valgo), pé (eversão), quadril (rotação interna e adução) e lombar. Há ainda a possibilidade de desenvolver dor por contraturas, desvios e rotações adquiridas para a compensação da postura.


Todo esse desequilíbrio acontece porque a principal articulação do corpo foi negligenciada. Eu sempre falo que na nossa maquina devemos dar atenção a todas as partes e não apenas treinar aquilo que gostamos de fazer. Principalmente devemos trabalhar nossas fraquezas e isso não é privilegio dos sedentários.

A melhor maneira para corrigir esse problema é focar nos exercícios de estabilização do core (superman, pranchas, abdominais) juntamente com exercícios de fortalecimento da cadeia de músculos posteriores da coxa (glúteos máximo, mínimo, médio e os flexores do quadril).


https://cursoquadril.blogspot.com/2019/04/programa-de-certificacao-completa-de.html

Clique na imagem e saiba mais



Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui


Você não pode perder

Cursos de FISIOTERAPIA para mudar sua carreira:

Tecnologia do Blogger.