Pilates e Treinamento Funcional na prevenção e recuperação de lesões








A gente já sabe que o Pilates oferece diversos benefícios, e é um mercado cada vez mais em alta para profissionais, já que é muito procurado por pessoas que querem desenvolver equilíbrio corporal e necessitam de uma reabilitação, dentre outras opções. Mas você já utilizou o treinamento funcional junto com o Pilates para seus alunos na prevenção de lesões?

Pode acreditar que é uma ótima pedida! Apesar do Pilates e o Treino Funcional serem  voltados a pessoas que sofrem de lesões e que buscam alguma reabilitação, pensar na prevenção é um objetivo primário.

O profissional responsável pela reabilitação do aluno tem como função auxiliar o praticante a reconquistar a sua funcionalidade perdida, melhorando também a sua flexibilidade, mobilidade e força muscular.

Antes de continuar, você conhece o curso MIT, Movimento Inteligente?

Essa formação foi desenvolvida por um fisioterapeuta e um educador físico em conjunto e incorpora conceitos e pilares do Treinamento Funcional junto aos princípios do Método Pilates, somado às bases fundamentais da biomecânica, avaliação "MIT", cadeias musculares e terapia manual. Clique aqui e saiba mais!

Continuando, o Treinamento Funcional tem como principal característica a realização de movimentos padrões, realizados no nosso dia a dia, como correr ou agachar.

É por meio destes movimentos padrões utilizado no Treino Funcional que eles serão adaptados na aula de Pilates, onde o aluno terá o apoio do seu professor. Quando a pessoa apresenta dificuldades para agachar, é com as técnicas de Pilates que ele irá conseguir desenvolver a melhora do movimento.

O maior objetivo das aulas de Pilates, associadas ao treinamento funcional, é individualizar a orientação dos exercícios por meio de avaliação cinesiológica-funcional e postural, levando em consideração as atividades da vida diária e profissional do paciente. Já imaginou o benefício na prevenção de lesões em atletas e esportistas?

Aliar essa técnica ao método traz diversos benefícios aos seus alunos, isso porque é uma ótima maneira de prevenir as lesões e ao mesmo tempo aumentar o desempenho e levar o aluno ao resultado esperado por ele ao começar a prática de Pilates.

Outro benefício que a junção das técnicas traz é o grande repertório de exercícios que você pode oferecer e faz com que você possa diferenciar bastante suas aulas. Além disso você já tem os recursos necessários para a pratica desses movimentos funcionais pois eles são feitos nos próprios aparelhos de Pilates.

Juntos, o Treino funcional e o Pilates trabalham: força, potência, estabilidade, mobilidade e flexibilidade. Apesar de o Pilates também trabalhar todas estas funcionalidades do corpo, os exercícios funcionais contam com alguns diferenciais, principalmente nos planos de movimentações utilizadas.

Enquanto a finalidade do treinamento Funcional é operar de modo global com atividades em praticamente todos os planos. Isso é um grande diferencial do método Pilates, que geralmente trabalha mais no plano sagital.

Também é possível agregar os exercícios do Funcional que estão relacionados a saltos e deslocamentos das laterais, deixando-os mais dinâmicos no Pilates.

O maior benefício para seus alunos é a prevenção de lesões e o aumento do desempenho deles. Esse treinamento aborda diversas articulações, como tornozelo, joelho, quadril, lombar, torácica, escapula, glenoumeural.  Além de trabalhar a mobilidade do tornozelo, do quadril e na torácica, e consequentemente evitar a dor no joelho, na coluna, no ombro ou na cervical.

Conheça o curso MIT, Movimento Inteligente.

  Essa formação foi desenvolvida por um fisioterapeuta e um educador físico em conjunto e incorpora conceitos e pilares do Treinamento Funcional junto aos princípios do Método Pilates, somado às bases fundamentais da biomecânica, avaliação "MIT", cadeias musculares e terapia manual. Clique aqui e saiba mais!



Você não pode perder:

Atualizações em Reabilitação Cardiopulmonar
eBook de Fisioterapia Hospitalar Completo
Drive Virtual de Fisioterapia

Tecnologia do Blogger.