Saiba tudo sobre Corrente Farádica








http://3.bp.blogspot.com/-F2P-R-oucXg/Uj-jPjqaZ9I/AAAAAAAAD0M/U2UdsTl0YLA/s1600/estetica-facial.jpg

A corrente farádica, seja em sua forma de faradismo geral ou localizado, vem sendo usado desde o fim do século XIX. O pulso da corrente farádica é bifásico e assimétrico. Do início dos anos 40 ate os anos 60, a corrente farádica foi considerada mais confortável do que a corrente direta. A maioria dos fisioterapeutas erroneamente considerou que o conforto relativo do pulso farádico ocorria por ser uma forma de corrente alternada. Os conhecimentos atuais indicam que a verdadeira razão para esse conforto é que o pulso farádico é simplesmente mais curto que a corrente direta.

A onda bifásica e assimétrica da corrente farádica torna-a menos que uma corrente bifásica simétrica, mesmo com pulsos menores. Apesar de a farádica ser originalmente bifásica assimétrica, equipamentos modernos são capazes de fornecer tanto pulsos bifásicos simétricos quanto pulsos monofásicos (neofarádica). A corrente farádica é uma corrente de excitação de baixa freqüência, 50 a 100 Hz, com largura de pulso de 0,1 a 1 ms e com intervalo de 20 ms, que tem fins terapêuticos e diagnósticos.

A corrente farádica original era uma corrente alternada de freqüência muito irregular. Esta irregularidade foi a causa da rápida modificação da forma descrita por Faraday anteriormente. Assim nasceu a corrente neofarádica, uma variação da corrente farádica produzida pro alguns aparelhos atualmente que é uma corrente estimulante que consiste em pulsos triangulares com duração de 1 ms e um intervalo de 19 ms com uma freqüência de 50 Hz. A corrente farádica original é uma corrente alternada, já a neofarádica tornou-se uma corrente contínua interrompida com um impulso de duração de 1 ms e intervalo de 19 ms. Diferentemente da corrente galvânica, a corrente farádica original não é polarizada, isto é, não apresenta pólos positivo e negativo.

Efeitos Fisiológicos

Estimula nervos motores e sensitivos;
Ocasiona contração dos músculos;
Favorece o retorno venoso;
Aumenta o aporte sanguíneo;
Provoca ação metabólica.


Efeitos Terapêuticos

Aumento do tônus muscular;
Manutenção da integridade da placa motora;
Recuperação da capacidade de contração muscular;
Descongestionante.


Indicações

Estimulação de nervos e músculos;
Paresias;
Estética;
Hipotrofia por desuso;
Fraturas;
Edemas;
Lesão tendínea.


Contra-indicações

Áreas cardíacas;
Neuromas
Espasticodade;
Varizes trombosadas;
Marcapasso;
Útero gravítico;
Genitália;
Tumor maligno.


Técnicas de Aplicação

Utiliza-se também para o eletrodiagnóstico. Os eletrodos devem estar protegidos com esponjas algodão embebidos em água. A aplicação pode ser:

posição transversalou longitudinal dos eletrodos;
aplicação subaquática;
bomba farádica;
caneta estimuladora.

Você não pode perder:

Atualizações em Reabilitação Cardiopulmonar
eBook de Fisioterapia Hospitalar Completo
Drive Virtual de Fisioterapia



COMENTE O POST

Coloque no Google Plus

About Dani

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

Shopping