sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

Distúrbio da ATM e Terapia Craniossacral






Disfunção ou Distúrbio da ATM ou Disfunção Temporo-Mandibular (DTM) é um termo usado para descrever vários sintomas que envolvem a ATM e as estruturas relacionadas a ela. Aproximadamente 60% da população mundial sofre de alguma disfunção nesta articulação.

A ATM é a articulação mais usada do corpo humano, sendo responsável pela abertura e fechamento da boca durante a mastigação, fala e deglutição. Cada articulação temporomandibular é composta pelos ossos temporais e a mandíbula, e está localizada a alguns centímetros anterior aos ouvidos.

Os sintomas que a disfunção temporomandibular pode apresentar são variados: dores na ATM, dor facial, dor ao redor do ouvido, dores de cabeça, sensação de ardência no nariz, garganta e língua, rigidez e inchaço na ATM, mastigação dolorida, estalos e crepitação ao fechar e abrir a boca, pressão e zumbido nos ouvidos, perda de audição, dores no pescoço e ombros, além de desordens emocionais como irritabilidade, depressão e estresse. Outro sinal que pode indicar uma disfunção na ATM é a amplitude da abertura da boca que deve ser de 3 dedos (4,5 cm) aproximadamente.

Bruxismo (apertar e ranger os dentes) e problemas de oclusão ( mordida aberta, cruzada, desvio da linha mediana) também podem estar presentes na DTM.

As causas gerais que podem provocar ou contribuir para a Disfunção na ATM podem ser:

• Desequilíbrio do Sistema Craniossacral: posicionamento irregular dos ossos temporais, palato duro e osso esfenóide, devido à tensões e contrações dos músculos e ligamentos da mastigação, desalinhamento postural, má formação genética, traumatismo físico e emocional

• Estresse físico, mental, e emocional

• Nevralgia do trigêmio

• Doenças degenerativas

• Problemas dentários

Por se tratar de causas tão variadas e interligadas, o tratamento holístico da DTM deve incluir as terapias corporais, psicoterapias e terapias alternativas no trabalho conjunto com a medicina alopática e a odontologia para a obtenção de um resultado positivo duradouro.

A Terapia Craniossacral atua no funcionamento do Sistema Craniossacral através de manipulações não-invasivas dos ossos cranianos e sistema miofascial, encorajando uma oclusão balanceada e um melhor posicionamento dos dentes. Promovendo também um profundo relaxamento e equilibrando o Sistema Nervoso, auxilia na redução do estresse e problemas psicossomáticos que estão causando ou agravando a DTM.

O tratamento craniossacral deve ser feito anteriormente à intervenção ortodôntica, porque produz uma mudança no sistema mastigatório que pode reduzir o tempo de uso dos aparelhos ortodônticos e até eliminar a necessidade de cirurgia dependendo do caso.

A Terapia de Integração Craniossacral considera que a DTM faz parte da totalidade do paciente e é esta complexidade que deve ser avaliada e tratada.



Escrito por: Aziza(Dra. Lurica Noguchi)

Fonte: http://www.integracranio.com.br



Já acessou o FAÇA FISIOTERAPIA hoje?
Saiba mais sobre ESSE ASSUNTO clicando aqui!
Receba as NOTÍCIAS no seu email se inscrevendo aqui!
Veja os melhores EQUIPAMENTOS e CURSOS ON LINE de Fisioterapia.
Assista VIDEOS de Fisioterapia



COMENTE O POST

Shopping