Como lidar com a lombalgia







As lombalgias são dores nas costas, mais especificamente na região da coluna lombar, segmento que suporta o maior peso do nosso corpo e fica entre a última costela e a porção glútea, na parte inferior das costas.  Essas dores atingem cerca de 80% da população e, em grande parte dos casos, estão relacionadas à má postura.

Os sintomas da lombalgia só aparecem ao longo de muito tempo, apenas quando o corpo não consegue mais se adaptar às posturas erradas. Além do problema da má postura, o que agrava a doença é a permanência de muitas horas na mesma posição. Isso acontece com pessoas que trabalham o dia inteiro em frente ao computador, por exemplo. Não há musculatura que suporte jornadas de quatro, cinco ou até oito horas em frente ao micro, sem intervalos nem exercícios. Nos últimos anos, verificou-se um aumento no número de casos de crianças com esse problema.

Esse é um problema bastante recente. Há cerca de 20 anos, somente adultos e idosos sofriam de lombalgia. Antigamente, quando apareciam no consultório ortopédico crianças de 10, 12 anos com dores nas costas, pensava-se que era um tumor, até que se provasse o contrário. Hoje, esse quadro mudou, pois o que está causando as dores nas costas das crianças são os mesmos fatores que causam nos adultos: muito tempo na frente do computador, televisão e pouca atividade física.

A melhor forma de evitar o aparecimento da doença é através da prática de alongamento, de duas a três vezes por semana. Além disso, nos trabalhos em que se passa a maior parte do tempo sentado, é preciso verificar se há recurso de ajuste do encosto e da altura da cadeira. A mesa deve ficar na altura do cotovelo. Sentar bem encostado e alinhado com o eixo da cadeira também é muito importante.

Além disso, deve-se evitar torções do tronco e do pescoço, como pegar um objeto atrás do corpo ou segurar o telefone com os ombros. E nunca esquecer de fazer uma pausa a cada hora de trabalho para dar uma espreguiçada, caminhar um pouco, para só depois sentar novamente.

Quando estiver em casa, evitar realizar tarefas com os mesmos padrões de movimento das atividades do trabalho. Também é fundamental dedicar um tempo, durante a semana, para praticar algum tipo de exercício físico ou participar da ginástica laboral da empresa. Esses conselhos são válidos para todas as pessoas, como forma de evitar e amenizar a lombalgia.

As indicações vão desde técnicas de relaxamento, alongamento e exercícios leves, até tratamentos com antiinflamatórios, analgésicos e fisioterapia.

Há também a lombalgia causada por obesidade. Nesses casos, a perda de peso é fundamental

Você não pode perder:

Atualizações em Reabilitação Cardiopulmonar
eBook de Fisioterapia Hospitalar Completo
Drive Virtual de Fisioterapia



COMENTE O POST

Coloque no Google Plus

About Dani

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

Shopping