O Fisioterapeuta do Trabalho






O Fisioterapeuta do Trabalho

Em qualquer atividade, a organização do trabalho está voltada para assegurar o nível de produtividade em função do lucro. Logo, a relação entre o trabalho e a saúde parece sugerir frontal contradição. Os esforços repetitivos, trabalho estático, esforço físico intenso, ritmos intensos de trabalho e posturas inadequadas estão presentes na maioria das atividades profissionais. Estas condições de trabalho são causas para o aparecimento ou agravamento de lesões, principalmente no sistema músculo-esquelético. Uma vez que são elegíveis para tratamento fisioterapêutico, o Fisioterapeuta está habilitado a estabelecer medidas de tratamento preventivo, porém, as empresas possuem características próprias, mesmo aquelas que atuam no mesmo ramo de atividade.
 
Esta é a razão pela qual um fisioterapeuta que atue dentro de uma empresa apresenta um rendimento melhor em sua atividade. Ele conhece a empresa como se fosse seu paciente, é capaz de identificar fatores que promovem acometimentos ocupacionais e desenvolver um trabalho da mais alta qualidade. Esta atuação é específica para cada empresa. Como exemplo, cita-se um curso de manuseio de cargas ministrado em uma empresa de cimento, com produção automatizada e com funcionários tendo o primeiro grau completo, comparado com um curso de manuseio de cargas ministrado em uma fábrica de cervejas, com produção parcialmente automatizada e com funcionários portando baixo grau de instrução. O número de horas/aula deverá ser maior na fábrica de cervejas.
 
A ação do Fisioterapeuta deve ser específica às necessidades de cada empresa, porém, de maneira geral, os objetivos do fisioterapeuta em um ambiente de trabalho são:
 

EM FISIOTERAPIA CORRETIVA

A ação da Fisioterapia corretiva será efetivada por meio do extenso arsenal terapêutico inerente à Fisioterapia, suas formas de avaliação, prescrição, execução, tratamento e alta Fisioterapêutica. O ambulatório deve ser adequado às necessidades da empresa e do empregado, não somente com os recursos da Fisioterapia Clássica, mas também com o uso de recursos pouco ortodoxos como Reeducação Postural Global (RPG) e Osteopatia. Em empresas que trabalham com produtos que danificam o aparelho respiratório, o ambulatório deve possuir recursos que permitam identificar, avaliar e tratar doenças restritivas e obstrutivas. Tudo em perfeito entrosamento para atingir os seguintes objetivos:

a) Redução das horas não-trabalhadas por motivo do tratamento, visto ser ele realizado na própria empresa.

b) Atender adequadamente a cada acometimento, pois por não possuir fins lucrativos, não há exigência de produção e/ou "massificação" no atendimento.

c) Constatação e quantificação estatística.

d) Determinação dos acometimentos mais comuns encontrados na empresa, conforme o tipo de atividade desempenhada.

e) Estabelecimento de protocolos de atendimento adequados às atividades laborativas.
 

EM FISIOTERAPIA PREVENTIVA

O fisioterapeuta fará uso da Ergonomia. Integrará uma equipe multidisciplinar composta por profissionais que comunguem os mesmos objetivos. Desta equipe farão parte o médico do trabalho, o engenheiro de segurança do trabalho, o gerente de produção, o gerente de recursos humanos, o assistente social e outros profissionais que tenham atribuições que contribuam para obtenção dos seguintes objetivos:

a) Redução das doenças profissionais típicas às atividades desempenhadas na empresa, mediante a ministração de cursos e/ou palestras sobre orientações posturais, lesões por esforços repetitivos, prevenção de problemas de coluna, manuseio de cargas, dentre outros.

b) Formulação e execução de programas preventivos para todos os funcionários no sentido de produzir condicionamento físico, relaxamento e, consequentemente, reduzir o estresse.

c) Integrar equipe multidisciplinar para discussão de casos e assessoramento por meio de pareceres técnicos da área.

d) Estudo ergonômico dos postos de trabalho que apresentam grande índice de acidentes de trabalho e tenham funcionários com acometimentos comuns ou diagnósticos semelhantes.


CONCLUSÃO

Conforme demonstrado, o Fisioterapeuta pode atuar numa empresa como instrumento de correção e prevenção, interferindo satisfatoriamente na saúde do trabalhador. Resta apenas apontar as vantagens, para a empresa que mantenha um serviço de Fisioterapia do Trabalho, e que estão baseadas na relação custo x benefício, linguagem, aliás, bem-utilizada no meio empresarial. Eis as vantagens para a empresa:
 

a) Economia homem x hora.

b) Redução do absenteísmo por doenças músculo-esqueléticas.

c) Redução de gastos com planos de saúde.

d) Tratamento especializado.

e) Rápida recuperação.

f) Associação da Fisioterapia corretiva ao ajuste ergonômico.

g) Apoio ao setor de saúde ocupacional.
 

Em virtude do grande número de afastamentos e acidentes do trabalho ocorridos nas organizações brasileiras, há um grande número de pacientes com lesões ósteomusculares e incapacidades funcionais provenientes destas lesões. O número de trabalhadores também sem emprego por serem portadores de deficiências físicas também é grande. Com isso, as organizações vem enfrentando uma triste realidade: um número crescente de afastamentos, de indenizações, absenteísmo, descontrole por parte dos departamentos de recursos humanos, saúde e segurança do trabalho, e que consequentemente acarreta em prejuízo, perda de moral e produtividade.
 
Para colaborar na resolução destes problemas, através da minimização, eliminação e controle de lesões, ou mesmo na inserção de portadores de deficiência física no trabalho, necessita-se cada vez mais de especialistas, principalmente Fisioterapeutas.
 
Hoje, temos poucos cursos de especialização lato sensu em Fisioterapia do Trabalho. Devido ao número de empresas e à crescente necessidade de procedimentos especiais, tais como avaliações ergonômicas, programas de cinesioterapia laboral, programas de inserção de portadores de deficiência física, tratamentos fisioterapêuticos, dentre outros, portanto vem sendo crescente a necessidade de profissionais altamente qualificados, que na maior parte das vezes vêm de outros centros.
 

Você não pode perder:

Atualizações em Reabilitação Cardiopulmonar
eBook de Fisioterapia Hospitalar Completo
Drive Virtual de Fisioterapia



COMENTE O POST

Coloque no Google Plus

About Dani

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

Shopping