O uso do ultra-som para fisioterapia







O ultra-som é um dos recursos terapêuticos mais utilizados pelos fisioterapeutas para o tratamento das mais diversas disfunções. Originalmente, o ultra-som foi produzido através de um cristal de quartzo vibrante submetido a uma corrente de alta freqüência. Hoje, são utilizados cristais cerâmicos sintéticos. A vibração dos cristais aciona as partículas do meio, produzindo ondas por compressão e descompressão. As ondas ultra-sônicas ao penetrarem no tecido provocam uma vibração a nível celular (micromassagem), acelerando a velocidade de difusão de íons através da membrana celular. Com isto, tem-se um aumento da permeabilidade da membrana, e uma aceleração dos processos osmóticos. Promove aumento da extensibilidade de estruturas colágenas, aliviando a dor e diminuindo a rigidez articular. O ultra-som terapêutico caracteriza-se por apresentar uma freqüência de 1 ou 3 MHz. O controle da freqüência proporciona ao terapeuta o controle da profundidade a ser atingida pela energia. O ultra-som de 1 MHz tem sido utilizado para aquecer estruturas mais profundas enquanto o ultra-som de 3 MHz tem sido utilizado para aquecer estruturas superficiais.


EFEITOS

Regeneração tissular e reparação dos tecidos moles (efeito fibrinilítico);
Neovascularização com conseqüente aumento da circulação, rearranjo e aumento da extensibilidade das fibras colágenas;
Redução de espasmos musculares;
Aumento da circulação sanguínea;
Resolução de processos inflamatórios crônicos;
Fonoforese: habilidade do ultra-som em incrementar a penetração de fármacos específicos através da pele. Pode ser associado a substâncias lipolíticas como a cafeína, sendo valioso recurso terapêutico para o combate à gordura localizada.


INDICAÇÕES

Disfunções osteomioarticulares (luxações, fraturas, contraturas, espasmos musculares);
Condições inflamatórias agudas e crônicas;
Pós-operatório de cirurgias plásticas (O aumento da permeabilidade das membranas celulares associado com o estímulo circulatório favorece os intercâmbios celulares e a reabsorção de líquidos e resíduos metabólicos);
Gordura localizada (Fonoforese);
Fibro edema gelóide;


CONTRA-INDICAÇÕES

Aplicação direta sobre áreas isquêmicas, tromboflebites e varizes;
Aplicação direta sobre endopróteses e implantes metálicos;
Aplicação direta sobre útero gravídico, gônadas, área cardíaca, olhos e placas epifisárias;
Neoplasias;
Hemofilia.


Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui


Você não pode perder

Cursos de FISIOTERAPIA para mudar sua carreira:

Tecnologia do Blogger.