Como combater dores no inverno







Nesta época do ano, com as baixas temperaturas, o aparecimento de dores e rigidez nas articulações, ou "juntas", é comum para quem sofre com artrite ou artrose.
A artrose é a doença articular mais comum. Ela atinge a cartilagem (geralmente de joelhos e coluna), que sofre degeneração ao longo do tempo. Já a artrite gera uma inflamação prolongada da articulação, e é mais comum em punhos e dedos das mãos. Nos dois casos, durante a madrugada e manhã, a ocorrência de dor e rigidez pode aumentar, exigindo algum tempo para que se possa sair da cama ou iniciar as primeiras tarefas do dia. No frio, a sensibilidade aumenta, e o fluxo sangüíneo é menor porque há uma constrição (diminuição da abertura) dos vasos. Devido ao instinto de acumular calor, tendemos a economizar movimentos e contrair os músculos, o que é natural, porém em excesso contribui para aumentar a dor.

Uma sugestão é manter-se bem aquecido e realizar exercícios de baixo impacto, o que ajuda na redução do estresse, risco de lesões e de dores articulares. Além disso, facilita o relaxamento e melhora flexibilidade, circulação do sangue e lubrificação das articulações.

Uma caminhada leve de 20 a 30 minutos contribui bastante, podendo ser diária ou em dias alternados. É importante fazer aquecimento e alongamento antes e após os exercícios, diminuindo o risco de lesões durante o esforço. O ideal é ter a ajuda de um fisioterapeuta para orientar a quantidade e intensidade de exercício para você.
Além dos exercícios, também ajuda manter-se aquecido. Evite molhar as mãos com água gelada, mantenha o aquecimento da sua casa e agasalhe-se, inclusive com luvas e meias grossas, pois pés e mãos e pés perdem calor com maior facilidade.

Mas atenção, nem toda dor que piora no frio indica artrose ou outra doença do tipo. Na dúvida, procure um reumatologista ou ortopedista para acompanhamento.
Aproveite seus dias da melhor maneira possível. Certos problemas podem trazer dores e cansaço, mas há várias formas de reduzi-los. Se você cuidar bem do seu corpo, certamente vai ter dias mais tranqüilos e produtivos.


Se as manhãs de inverno são frias e escuras para caminhadas, é possível realizar, mesmo em casa, alguns exercícios bastante eficazes. Confira abaixo alguns exercícios que, no total, não ocupam mais do que 10 minutos para realização.

* Pescoço: aproxime o queixo do peito, depois eleve-o, olhando para cima. Depois, incline a cabeça, aproximando a orelha do seu ombro (mova somente a cabeça e relaxe os ombros). Finalmente, gire a cabeça para os lados, olhando à direita e à esquerda. Realize cada movimento duas vezes, lentamente, mantendo a posição por 10 segundos. 
* Ombros: gire os ombros lentamente, formando círculos para frente e para trás. Realize cinco repetições para frente e cinco para trás. 
* Punhos: entrelace os dedos e gire os punhos. 
* Pernas e pés: sentado em um local onde seus pés não toquem o chão, afaste os joelhos em 30 centímetros. Flexione e estenda tornozelos e depois os dedos dos pés. Siga realizando círculos com os pés lentamente, aumentando o tamanho dos círculos ao longo do exercício. Realize 10 repetições com cada pé.
* Respire profunda e lentamente durante os movimentos. Isso contribui para o despertar e concentração. Não se esqueça de que você não deve sentir dor durante os exercícios. Caso isso ocorra, pare e, na próxima vez, reduza a velocidade ou número de movimentos.

Você não pode perder:

Atualizações em Reabilitação Cardiopulmonar
eBook de Fisioterapia Hospitalar Completo
Drive Virtual de Fisioterapia



COMENTE O POST

Coloque no Google Plus

About Dani

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

Shopping