segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Fisioterapia e Osteoporose






A osteoporose é uma doença silenciosa e pouco sintomática dos ossos. Afeta a estrutura dos ossos, tornando-se frágeis e diminuindo a sua capacidade de suportar o peso corporal. É uma doença que está atingindo uma parcela cada vez maior de pessoas. Estima-se que 8% da população brasileira (15,2 milhões) sofra de osteoporose, segundo o OMS*. Por isso, tornou-se um poblema de saúde pública. O osso, apesar de sua aparência rígida e resistente, é um tecido vivo que está em constante transformação, num processo em que o organismo absorve o osso antigo e produz um osso novo. Quando este processo estiver desregulado, os ossos começam a perder a sua densidade, surgindo então, poblemas ósseos, sendo a osteoporose o mais comum. A osteoporose torna o osso menos resistente a traumas, aumentando o risco de fraturas, principalmente nas vértebras, fêmur, costelas e osso do punho.
A osteoporose por ser pouco sintomática, às vezes só é descoberta quando ocorre uma fratura.Porém, pode ser diagnósticada por meio da densiometria óssea, um exame que mede a densidade os ossos. Quando mais cêdo o paciente for avaliada, melhores serão as condições para o tratamento da doença.
Os sintomas são:
  • Dores nas costas ou no pescoço
  • Coluna vertebral com alguma deformidade
  • Fraturas fáceis, mesmo que vocÇe não tenha caído ou se machucado
  • Sensibilidade nos ossos
Os principais fatores de risco são:
  • Raça branca e amarela
  • Baixa injestão de cálcio e/ou frágil
  • Histórico familiar de osteoporose
  • Idade avançada
  • Pessoa magra e/ou frágil
  • Vida sedentária e condições que levem a mobilização
  • Tabagismo
  • Alcoolismo
  • Ingestão de bebidas contendo cafeina
  • Baixa exposição solar
  • Uso de medicamentos, como corticosteróides,heparina,anticoagulantes e anticonvulsivantes.

Contribuição da Fisioterapia:
A fisioterapia tem uma importância fundamental no tratamento da osteoporose, nos quais se destacam os benefícios cardíaco, respiratório, muscular e ósseo, contribuindo para a melhora da qualidade de vida desses pacientes. O objetivo dos programas de atividade física em indivíduos acometidos de osteoporose não é tanto favorecer a aquisição de massa óssea, mas promover uma melhora no equilíbrio, força muscular, coordenação, condicionamento físico, na amplitude de movimento, diminuição de dor; visando sempre a prevenção de quedas e consequentemente risco de fraturas. 



RECOMENDE ESSE POST

Share on Tumblr

COMENTE O POST

Pesquisar este blog

Carregando...
 

Shopping