Como cuidar de um espasmo muscular






Depois de um dia cansativo de trabalho, é hora de chegar em casa e relaxar no sofá. É então que começa aquela tremedeira desconfortável na pálpebra, que não passa fácil: o espasmo muscular deu as caras.

Considerado uma contração involuntária do músculo, o espasmo aparece, principalmente, quando o estresse atingiu o limite ou quando houve uma sobrecarga muscular. O espasmo também pode ser o resultado de noites mal dormidas e tensão acumulada.

Qualquer músculo  pode sofrer espasmos, principalmente, os dos membros superiores e inferiores (braços e pernas). No entanto, há dois tipos de contrações: as que não provocam dor e as que provocam. As primeiras são resultado do estresse, como é o caso do tremor da pálpebra. O que precisa de atenção especial é o fato de que o tremor do olho pode gerar mioclomias, puxadinhas no olho extremamente desconfortáveis.

Já as contrações dolorosas são decorrentes de algum esforço em excesso que o músculo sofreu. Carregar bolsas muito pesadas, por exemplo, podem provocar uma contratura permanente do músculo dos ombros, devido à sobrecarga. Ou até quem abusa na hora de fazer exercícios físicos pode sentir contrações musculares.

O ideal é procurar um especialista quando o espamo permanece, pois é preciso verificar sua origem, que pode ser no nervo, no músculo ou possuir origem psicológica. A contratura muscular pode ser um sinal, por exemplo, de doenças na medula espinhal. Por isso, é imprescindível saber sua causa.

Porém, a maior parte dos espasmos pode ser evitada. A grande aliada para isso é a atividade física. Os músculos precisam de uma boa oxigenação para que os espasmos não apareçam. A seguir, algumas dicas para dar um chega pra lá nos tremeliques.

Faça exercícios aeróbicos
eles irão manter a boa oxigenação dos músculos e impedir as contrações

Coloque a hidratação em primeiro lugar
a reposição dos sais minerais gastos durante os exercícios é crucial para que os músculos estejam sempre saudáveis. "A atividade física gasta os eletrólitos e, se não forem repostos, favorecem os espasmos", explica o especialista

Alimente-se antes dos exercícios
atividade física não pode ser realizada em jejum; o corpo precisa estar preparado para aguentar a repetição dos exercícios.

Aproveite a academia com esforço progressivo
abusar nos exercícios prejudica os músculos, porque pode sobrecarregá-los. Ir com calma e ter acompanhamento profissional é o melhor caminho para fugir das contrações musculares.


Você não pode perder:

Atualizações em Reabilitação Cardiopulmonar
eBook de Fisioterapia Hospitalar Completo
Drive Virtual de Fisioterapia



COMENTE O POST

Coloque no Google Plus

About Faça Fisioterapia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

Shopping