O que é e termos da Semiologia médica






http://3.bp.blogspot.com/_P7DlgLzVFPo/Sd01w38oprI/AAAAAAAAA8U/drAwHKe2x-4/S220/Esteto_Rilva.jpg

Semiologia ou Propedêutica é a parte da medicina e odontologia relacionada ao estudo dos sinais e sintomas das doenças humanas e animais. Vem do grego σημειολογία (semeîon, sinal + lógos, tratado, estudo). A semiologia é muito importante para o diagnóstico da maioria das enfermidades.

Sintoma é toda a informação subjetiva descrita pelo paciente. Não é passível de confirmação pelo examinador, já que é uma sensação do paciente (dor de cabeça, por exemplo). Refere-se, unicamente, à percepção de uma alteração por parte do doente. A anamnese é a parte da semiologia que visa revelar, investigar e analisar os sintomas. Cerca de 80% dos diagnósticos são realizados baseados nessa parte do exame, na chamada história clínica do paciente.

Por outro lado, um sinal refere-se a toda alteração objetiva, que é passível de ser percebida pelo examinador (uma mancha na pele, um sopro cardíaco, por exemplo).

A semiologia médica estuda, também, a maneira de revelar (anamnese, exame clínico, exames complementares) e de apresentar (observação, tabelas, síndromes etc.) esses sintomas, com o propósito de se estabelecer um diagnóstico.

Termos:

Astenia - sensação de debilidade física, quase sempre acompanhada de malestar indefinido que só melhora com o repouso.
Fadiga - sensação de cansaço ao realizar pequenos esforços
Sudorese ou diaforese - eliminação abundante de suor
Calafrios - sensação passageira de frio com ereção dos pêlos e arrepiamento da pele. arrepios de frio
Cãibras - contrações involuntárias e dolorosas de um músculo esquelético
Prurido - coceira
Lacrimejamento - excesso de secreção de lágrima
Xantopsia - visão amarelada
Iantopsia - visão violeta
Cloropsia - visão verde
Ambliopia - perda parcial da visão
Amaurose - perda total da visão
Hemeralopia - baixa acuidade visual quando a intensidade luminosa diminui
Diplopia - visão dupla
Fotofobia - hipersensibilidade à luz
Nistagmo - movimentos repetitivos e rítmicos dos olhos
Escotomas - área de cegueira parcial ou total, dentro de um campo visual.
Escotomas cintilantes (ex: antecedendo os episódios de enxaqueca)
Otorréia - secreção auditiva
Otorragia - perda de sangue pelo canal auditivo
Disacusia - perda da capacidade auditiva, que pode ser moderada (hipoacusia), acentuada (surdez) ou total (anacusia)
Zumbidos - percepção de ruídos sem que haja estímulo exterior
Vertigem - sensação de se estar girando em torno dos objetos ou os objetos girando em torno de si
Hiposmia - diminuição do olfato
Anosmia - abolição do olfato
Hiperosmia - aumento do olfato
Cacosmia - sentir mau cheiro
Rinorréia ou corrimento nasal - secreção nasal
Epistaxe - hemorragia nasal
Odinofagia - dor à deglutição
Disfagia - dificuldade de deglutir
Halitose - mau hálito
Disfonias - alterações da voz, que podem ser desde discreta rouquidão até ausência da voz ou afonia
Pigarro - hipersecreção de muco que se acumula e adere na parede posterior da faringe, no vestíbulo laríngeo e nas cordas vocais
Expectoração - escarro
Tosse produtiva - tosse com expectoração
Vômica -  eliminação mais ou menos brusca, através da glote, de uma quantidade abundante de pus (ou raramente líquido de aspecto mucóide ou seroso)
Hemoptise - eliminação com a tosse de sangue proveniente da traquéia, brônquios ou pulmões
Dispnéia - dificuldade para respirar (pode ser relacionada aos pequenos, médios e grandes esforços, pode ser de repouso)
Ortopnéia - dispnéia que impede o paciente de ficar deitado e o obriga a sentar ou a ficar de pé para ter alívio
Dispnéia paroxística noturna - ocorre depois que o paciente já dormiu algumas horas.
Sibilância - chiado ou chieira, ruído percebido na respiração
Cornagem - ruído (estridor) que ocorre devido a dificuldade inspiratória por redução do calibre das vias respiratórias superiores, na altura da laringe
Tiragem - aumento da retração dos espaços intercostais durante as fases da respiração
Palpitações - percepção incômoda dos batimentos cardíacos
Síncope - desmaio, perda súbita e transitória da consciência
Lipotímia ou pré-síncope - sensação de desmaio ou perda parcial da consciência
Cianose - coloração azulada da pele e das mucosas devido ao aumento da Hb reduzida no sangue capilar
Edema - inchaço
Polifagia ou hiperorexia - apetite aumentado
Inapetência ou anorexia - petite diminuído
Eructação - arroto
Flatulência - acúmulo e eliminação de gases no tubo digestivo
Geofagia - desejo de comer terra
Pirose - sensação de queimação retroesternal
Regurgitação - volta do alimento ou de secreções gástricas à cavidade bucal, sem antecedentes de náuseas
Sialose ou sialorréia ou ptialismo - produção excessiva de secreção salivar
Hematêmese - vômito com sangue
Náuseas - enjôo
Dispepsia - conjunto de sintomas relacionados à parte alta do abdome. (Síndrome dispéptica: desconforto ou dor epigástrica, empazinamento, saciedade precoce, sensação de distensão do abdome por gases, náuseas com vômitos ocasionais, intolerância a alimentos gordurosos e eructações)
Esteatorréia - aumento da quantidade de gordura excretada nas fezes
Enterorragia - eliminação de sangue vivo pelo ânus (gde qtde)
Melena - eliminação de sangue digerido pelo ânus, fezes enegrecidas
Obstipação ou constipação intestinal - prisão de ventre intestino preso
Icterícia - coloração amarelada da pele e das mucosas devido à impregnação dos tecidos por pigmentos biliares
Retenção urinária - incapacidade da bexiga de esvaziar-se parcial ou completamente
Oligúria - redução do volume urinário ( 500 ml/dia)
Anúria - diurese 100 ml em 24 horas
Poliúria - aumento do volume urinário ( 2500 ml/dia)
Polaciúria (ou freqüência) - aumento do número de micções, sem aumento do volume urinário
Disúria - micção associada à sensação de dor, queimação ou desconforto
Urgência miccional - necessidade súbita e imperiosa de urinar
Noctúria -  necessidade de esvaziar a bexiga à noite por uma alteração do ritmo circadiano da diurese
Hematúria -  presença de sangue na urina
Colúria - urina cor de Coca-Cola
Estrangúria -  emissão lenta e dolorosa de urina
Hemospermia - presença de sangue no esperma
Corrimento uretral - secreção que sai pelo meato da uretra
Disfunção erétil - impotência sexual
Metrorragia - sangramento uterino sem as características da menstruação normal
Menorragia - excessiva perda de sangue durante o período menstrual
Amenorréia - falta de menstruação por um período de tempo maior do que 3 ciclos prévios
Menarca - primeira menstruação
Menopausa - última menstruação
Dispareunia - dor durante o coito (mulher)
Galactorréia - produção de leite fora do período puerperal ou de lactação. Pode ocorrer em homens
Mastalgia - dor nas mamas
Adenomegali - crescimento de linfonodos
Esplenomegalia -  crescimento do baço
Hepatomegalia - crescimento do fígado
Artralgia -  dor articular
Artrite - processo inflamatório das articulações
Cefaléia - dor de cabeça
Hemiplegia - paralisia de um lado do corpo (direita e esquerda)
Paraplegia - paralisia dos membros inferiores
Tetraplegia - paralisia dos membros superiores e inferiores
Parestesia - sensação de formigamento e dormência
Sonilóquio - pessoa que emite sons durante o sono ou forma frases sem sentido
Sonambulismo - pessoa caminha enquanto dorme
Briquismo - bruxismo - ato de ranger os dentes
Enurese noturna - emissão involuntária de urina durante o sono
Caquexia - estado de extrema magreza com comprometimento do estado geral do paciente (ex: doenças consuntivas)
Midríase - pupilas dilatadas
Miose - pupilas contraídas
Exoftalmia - protusão do globo ocular
Enoftalmia - globo ocular afundado para dentro da órbita
Hematoquezia - sangue eliminado pelo reto vermelho-vivo em pequena quantidade, de origem proctológica

Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui


Você não pode perder

Cursos de FISIOTERAPIA para mudar sua carreira:

Tecnologia do Blogger.