O que é eletroestimulação e sua atuação na fisioterapia






Técnicas para obter contração muscular começaram a ser utilizadas na fisioterapia a partir de meados do século passado, tanto na fisioterapia como no mundo do fitness são cada vez mais utilizadas. A fisioterapia utiliza a estimulação elétrica para melhorar o tônus muscular em pacientes acamados, e até para melhorar a força muscular para fazê-lo através de diferentes programas com intensidades diferentes para elevar o tonos e prevenir a atrofia, é um elemento muito importante dentro do tratamentos de terapia física detentor de um valor inestimável na reabilitação.

No momento presente é também usada esta técnica para melhorar o desempenho dos atletas. No passado, estava disponível apenas para alguns, mas, actualmente, estas equipes estão abertas a qualquer atleta que quer melhorar seus resultados, e isso é alcançado de várias maneiras:


1 .- Permitir, através de técnicas de electroterapia recuperação mais rápida após o exercício, há programas para melhorar a vascularização, etc, relaxar e reduzir as irritações que ocorrem nos músculos, devido à sobrecarga de treinamento.

2 .- No período de repouso pode ainda usar esta técnica de estimulação muscular para manter e até melhorar a condição da musculatura.


ENM ELETROESTIMULAÇÃO NEURO MUSCULAR.

Em Fisioterapia, a eletroterapia é definida como a aplicação de diferentes tipos de impulsos elétricos para alcançar a contração do músculo para lidar com uma grande variedade de diferentes tipos de estimulação elétrica, com uma ampla gama de variações na freqüência e amplitude.

O eletroestimulador é o equipamento utilizado para causar os efeitos mencionados acima, podemos relaxar os músculos, melhorar a sua resposta à estimulação em esportes, evitar lesões, e tudo isso tanto na área de reabilitação como na area do fitness permitindo melhorar a capacidade de recuperação dos músculos.


Embora no passado os estimuladores tenham sido usados principalmente na terapia e numa ampla gama de condições que variam desde a hemiplegia a outros tipos de atrofia muscular, o facto de se obter uma contração muscular visível quando o paciente tem uma capacidade voluntária de fazê-lo permite assistir os músculos melhorando trofismo local, aumentando a circulação arterial e venosa, e tem importantes efeitos psicológicos no paciente, uma vez que este é capaz de ver com seus olhos a contração dos músculos que não controla, mas que estão ainda em funcionamento e restaura a esperança do paciente de que os seus músculos voltarão a funcionar.


ELETROESTIMULAÇÃO MUSCULAR.  O QUE É, E COMO FUNCIONA?

O estimulador é basicamente um aparelho de eletroterapia, que produz o tipo específico de energia de que precisamos, para alcançar um impulso elétrico capaz de gerar uma resposta motora. Equipamentos mais modernos de hoje são mesmo capazes de produzir uma estimulação seqüencial, isto significa que podemos trabalhar agonista primeiro e músculo antagonista após a obtenção da resposta múscular, tornando a sequencia mais fisiológicamente correcta.

Estímulos elétricos quando chegam à amplitude suficiente, tem a capacidade de produzir um potencial de ação muscular, o sinal nervoso é disparado e as unidades motoras produzem uma contração. Um bom estimulador deve ser capaz de trabalhar em algumas freqüências, entre 2 e 120 Hz são muitas vezes os programas mais eficazes e mais utilizados neste aparelhos e, basicamente, basta encontrar o programa certo e aplicar. Isso significa que temos à nossa disposição uma série de programas específicos para aplicar sobre as fibras musculares rápidas e lentas, e assim agir sobre o músculo para obter uma resposta explosiva mais rapida.


ELECTROTERAPIA. CARACTERÍSTICAS QUE O EQUIPAMENTO DEVE TER.

1 .- Habilidade para aplicar altas correntes da ordem de 180-200 mA.

2 .- Certificação de Equipamento Eletromedico CE.

3 .- Possíbilidade de trabalho seqüencial neuromuscular agonista-antagonista eficaz.

4 .- Display Digital, mostrando tempo e intensidade.

5 .- Possuir onda quadrada bifásica para evitar os efeitos químicos polares.

6 .- Usar Pilhas recarregáveis. Isso vai nos permitir benefícios económicos significativos.

 
VANTAGENS DA ENM NO TREINO DESPORTIVO E RECUPERAÇÃO

Electroestimuladores de todos os tipos estão cada vez mais sendo utilizados no mundo do esporte, se é verdade que estes permitem trabalhar efetivamente o treino dos músculos, há uma outra possibolidade muito mais interessante do que essa, se hoje praticamente não há qualquer segredo na maneira de treinar para a competição, ou durante o treino técnico, ou no treino físico, o mesmo nao se pode dizer da recuperação. Para aumentar o desempenho atlético entra na equação a carga física a que submetemos o nosso corpo como um elemento fundamental, este nível de carga tem a ver com a capacidade de cada atleta para se recuperar a niveis normais após o exercício, e é aqui que entram diretamente os programas dos estimuladores, no campo da massagem e relaxamento por ex., o atleta que é capaz de se recuperar depois de um intenso esforço com maior rapidez, obtem vantagem significativa no que respeita ao treino e à competição também.


Em suma, uma equipa que melhora o treino neuromuscular irá fornecer as seguintes vantagens:

1 .- recuperação mais rápida após o exercício de esportes.

2 .- capilarização melhorada com programas especiais para isso.

3 .- A possibilidade de aumentar o nível de carga muscular sem fadiga física ou psicológica.

4 .- Desenvolvimento de força, velocidade e força em grupos musculares selecionados

Você não pode perder:

Atualizações em Reabilitação Cardiopulmonar
eBook de Fisioterapia Hospitalar Completo
Drive Virtual de Fisioterapia



COMENTE O POST

Coloque no Google Plus

About Faça Fisioterapia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

Shopping