Avaliação das perdas sensório-motoras do pé e tornozelo decorrentes da neuropatia diabética








OBJETIVOS: Identificar déficits sensório-motores de pés de pacientes diabéticos neuropatas e comparar os déficits do grupo neuropata com um grupo de sujeitos saudáveis.

MÉTODO: 49 diabéticos neuropatas (GD) e 22 controles foram submetidos a um protocolo de três estágios:

(1) entrevista por meio de questionário, que caracterizou a neuropatia e sintomas
(2) avaliação da função muscular, amplitude de movimentos e testes funcionais dos pés e tornozelos
(3) avaliação da sensibilidade tátil e térmica.

Os grupos foram comparados por meio dos testes Qui-quadrado, Mann-Withney e Teste T (p<0,05).

RESULTADOS: O GD mostrou perda significativa das sensibilidades tátil e térmica em comparação ao grupo controle, principalmente nos calcanhares (49,0% no GD e 97,3% no GC).
A função muscular está diminuída no GD, com predomínio da perda do grau 5. Os músculos mais afetados são os interósseos (23,4%), extensor do hálux (42,5%) e tríceps sural (43,2%), enquanto que o GC teve todos os músculos preservados.

Todas as ADMs do GD estão diminuídas em relação ao GC. O GD apresentou os testes funcionais de tornozelo diminuídos em 50%.

CONCLUSÃO: Houve diferenças significativas entre os grupos quanto às perdas sensitivas, de função muscular, amplitude de movimento e funcionais.

Essas diferenças podem ser atribuídas à neuropatia diabética.

Para acessar este artigo completo clique aqui.

Você não pode perder:

Atualizações em Reabilitação Cardiopulmonar
eBook de Fisioterapia Hospitalar Completo
Drive Virtual de Fisioterapia



COMENTE O POST

Coloque no Google Plus

About Faça Fisioterapia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

Shopping