Atuação do Fisioterapeuta na Cirurgia Plástica






   A fisioterapia pré e pós-cirúrgica atua de forma a prevenir e minimizar estes desconfortos.
   
O tratamento pré-operatório consiste na preparação para a intervenção cirúrgica, como a drenagem linfática manual a fim de prevenir edemas complexos, orientação quanto ao uso de cremes hidratantes e nutritivos a fim de manter a integridade do tecido cutâneo, podendo manter assim suas propriedades elásticas, além da orientação quanto a hidratação corporal, com água ou isotônicos, visto que o paciente elimina muita água e sais minerais junto aos procedimentos cirúrgicos (como lipoaspiração e abdominoplastia, por exemplo), tendo que repor pelo menos nos próximos três dias de pós-operatório.
    
Já na fase pós-operatória os recursos fisioterapêuticos quando bem utilizados, podem diminuir o tempo de repouso, restaurar a funcionalidade, e acelerar a recuperação, possibilitando a reintegração do individuo em suas atividades sociais. Os recursos atuarão prevenindo a formação de aderências, principal fator agravante no pós-operatório, pois estas aderências impedem o fluxo normal de sangue e linfa, aumentando ainda mais o quadro edematoso (inchaço), retardando a recuperação. O tratamento pos-cirúrgico pode ser realizado no pós-operatório imediato ou tardio, tendo como objetivo prevenir: edema (inchaço), enfisema cutâneo, retrações cicatriciais, fibrose, lipoma, seroma, déficit de sensibilidade e contratura muscular. Baseando-se no conhecimento científico dos estágios do processo de inflamação e reparo, o fisioterapeuta vai traçar um programa de tratamento eficaz, observado sempre as características clínicas apresentadas pelo seu paciente. 

As técnicas geralmente utilizadas são:
  •  Drenagem linfática manual
  • Terapias manipulativas: massoterapia, liberação tecidual funcional
  •  Agentes térmicos: calor ou frio
  •  Ultra-som
  • Agentes eletroterapêuticos: microcorrentes, corrente galvânica
  •  Agentes mecanoterápicos: vacuoterapia e pressoterapia
  •  Agentes fototerápeuticos: laser

A eficiência de uma cirurgia plástica não depende somente do seu planejamento cirúrgico, a preocupação com os cuidados prestados pelos fisioterapeutas no pré e pós-operatório tem demonstrado fator preventivo de possíveis complicações e promoção de um resultado estético mais satisfatório.

Está cada vez mais frequente a procura por procedimentos estéticos, o que traz bons prognósticos para o profissional especializado nesta área, pois além de ser um mercado em expansão é também um dos que  melhor remunera.

Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui


Você não pode perder

Cursos de FISIOTERAPIA para mudar sua carreira:

Tecnologia do Blogger.