A fisioterapia e a instabilidade ligamentar






http://www.centraldafisioterapia.com.br/bd_imagens/2662013058.jpg

Um ligamento é uma faixa ou corda bem definida de tecido fibroso unindo dois ossos. A maioria dos ligamentos atua resistindo ao movimento de uma articulação em uma direção específica. Existem aqueles que são espessamentos localizados da cápsula da articulação (ligamentos capsulares), outros que são completamente isolados da cápsula da articulação sobre a qual atuam (ligamentos extracapsulares) e outros, ainda, que estão situados dentro da articulação (ligamentos intracapsulares). 

Independente do local onde eles estejam localizados, são importantes para o bom funcionamento da articulação. Articulação ou juntura é a conexão entre duas ou mais peças esqueléticas (ossos ou cartilagens). Essas uniões não só colocam as peças do esqueleto em contato, como também permitem que o crescimento ósseo ocorra e que certas partes do esqueleto mudem de forma durante o parto. Além disto, capacitam que partes do corpo se movimentem em resposta a contração muscular.

Quando há um desequilíbrio nesse "complexo", os movimentos ficam comprometidos, seja em que região for.

O principal sintoma é a falta de segurança, de firmeza da articulação. A dor geralmente também esta presente. O paciente deixa de fazer certas atividades e certos movimentos porque percebe que se os fizer, a articulação pode "sair do lugar".

As causas podem ser um esforço repetitivo, um trauma, "um mau jeito" e o fisioterapeuta deve observar qual foi o mecanismo para entender qual a melhor forma de tratá-lo. O programa de tratamento deve ser iniciado o mais rápido possível. Além de evitar que o paciente sinta dor, não se pode deixar estabelecer nenhuma atrofia muscular. 

O tratamento inicial deve ser repouso aplicação de crioterapia, compressão e elevação do membro associado com imobilização e uso de muletas se necessário. A fisioterapia é realizada de acordo com a alteração a ser tratada, o grau de dor e deficiência. A meta do tratamento é de aliviar a dor, desenvolver a potência e força muscular e manter íntegra a amplitude do movimento, sendo utilizados como recursos para aliviar a dor a aplicação de calor ou frio com finalidade de tirar inflamação e dor nos casos crônicos.

A hidroterapia também pode ser utilizada, dependendo do local, pelo calor e apoio da água, aliviando a dor e facilitando o movimento.

A crioterapia nos casos agudos, podendo ainda ser usado a acupuntura para o alivio da dor.

No desenvolvimento da força muscular e da mobilidade do membro pode ser conseguido por exercícios isométricos e técnicas de mobilização passiva, técnicas de facilitação neuromuscular proprioceptivas e técnicas com o intuito de induzir reações posturais normais.

Exercícios de resistência com peso, e quando possível, exercícios de resistência a grandes pesos, pode ser utilizado com recursos ainda a hidroterapia, o uso da cama elástica com intuito de trabalhar a propriocepção e ganho de amplitude de movimento.

O fisioterapeuta durante a sua terapia deve estar atendo os efeitos do tratamento e se necessário mudar, adaptar ou interromper as sessões.

Para algumas regiões corporais, há protocolos testados e aprovados para tratar problemas ligamentares. Use e abuse do que já foi comprovado cientificamente que dá certo. É um ótimo caminho a seguir para o sucesso de um tratamento.


Você não pode perder:

Atualizações em Reabilitação Cardiopulmonar
eBook de Fisioterapia Hospitalar Completo
Drive Virtual de Fisioterapia



COMENTE O POST

Coloque no Google Plus

About Faça Fisioterapia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

Shopping