quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Biceps femoral: alongamento, fortalecimento e importância para fisioterapia







A motivação para se fazer esse texto se deu depois que li uma matéria sobre as lesões do Messi. Segundo a matéria, das 11 lesões que o argentino tinha tido, 8 eram na musculatura do bíceps femoral. Quando ele coloca a mão na parte posterior da coxa, não tem como negar.

Os bíceps femorais estão localizados na parte posterior da coxa e estendem-se até os joelhos. Ele tem duas cabeças que tem origem em sua porção curta na linha áspera do fêmur e na sua porção longa: tuberosidade isquiática. A sua inserção é cabeça da fíbula, com inervação do nervo isquiático e tem como ações musculares a flexão da perna e extensão da coxa. Logo, é antagonista da musculatura do quadríceps, tão utilizada na mecânica do corpo humano.

Dado um rápido resumo da anatomia dessa musculatura, fica fácil entender porque qualquer lesão nela provoca dificuldade de caminhar, sentar ou, claro, correr. Como está na extensão do nervo ciático, a dor ciática pode ser  consequência da distensão ou do estiramento dos músculos e faz com que seja doloroso sentar, ficar em pé por qualquer período de tempo, virar-se e caminhar. Exercícios em casa ou em academias  podem ajudar a aliviar as dores ciática e lombar.

http://www.bikemagazine.com.br/wp-content/uploads/2011/04/alongamentop.jpg

Vou dar 4 exemplos de exercicios de alongamento para bíceps femoral, com nível de dificuldade fácil.

Exercícios para alongamento das coxas

1 - Exercite a parte posterior das coxas sentado, em pé ou deitado em uma posição confortável. É importante alongar ambas as pernas antes de iniciar uma atividade física. Coloque uma perna à frente do corpo e projete seu peso sobre ela. Mantenha-a esticada enquanto aplica pressão sobre o joelho. Segure por alguns minutos, relaxe e alongue. Repita o procedimento na outra perna.

2 - Alongue o bíceps femoral deitado no chão ou na cama. Segure a parte posterior da perna com ambas as mãos (ou com uma toalha passando por trás do joelho). Mantenha-a levemente flexionada e puxe-a para o alto em sua direção. Segure por alguns minutos. Estenda o joelho, lentamente, retornando à posição inicial. Repita com a outra perna.

3 - Alongue suas coxas sentado em uma cadeira ou mesa. Trata-se de um exercício confortável para indivíduos com problemas nas costas ou no nervo ciático e pode ser realizado em sua mesa de trabalho. Estenda sua perna esquerda apontando os dedos para cima e, em seguida, para baixo. Sinta forçar a parte traseira do joelho. Mantenha por alguns minutos e retorne à posição inicial. Alongue várias vezes e, depois, repita com a outra perna.

4 - Fique em pé em frente a uma parede com as pernas juntas. Mova-as um pouco para trás e, em seguida, estenda uma delas para trás o máximo que conseguir. Apoie o calcanhar no chão e sinta alongar os músculos e tendões. Conte até dez e retorne à posição inicial. Repita várias vezes enquanto estiver confortável com o alongamento. Faça os mesmos movimentos com a outra perna.

Para se trabalhar o fortalecimento dessa musculatura, qualquer que seja o objetivo do tratamento, é só potencializar a sua ação muscular.  Os mais comuns, usados em clínicas e academia:

exercício flexão de pernas deitado em máquina

Flexão de pernas deitado

Descrição: Embora os músculos isquiotibiais não sejam muito volumosos, ainda assim constituem uma boa parte do volume total da coxa e desempenham um papel essencial em muitos desportos. Os isquiotibiais são compostos pelos músculos semitendíneo e semimembranáceo.

  • Tipo de exercício: Movimento de isolamento (monoarticular).
  • Músculos de acção principal: Isquiotibiais / Bíceps femorais (músculos posteriores da coxa).
  • Músculos de acção secundária: Gastrocnémios (gémeos/panturrilhas)

exercício flexão de perna em pé em máquina

Flexão de pernas em pé

Variação: Nesta variação de flexão de perna, treina-se apenas uma perna de cada vez, o que pode permitir que se concentre mais em sentir e trabalhar o músculo-alvo. Não se esqueça de realizar uma boa contracção de pico no final do movimento.

  • Tipo de exercício: Movimento de isolamento (monoarticular).
  • Músculos de acção principal: Isquiotibiais / Bíceps femorais (músculos posteriores da coxa).
  • Músculos de acção secundária: Gastrocnémios (gémeos/panturrilhas)

A observação dessa região muscular para estabilitação do desequilíbrio do jeolho e importantissima na prática clínica de Fisioterapia. Provavalmente será tema para um próximo post aqui no blog.

Com ajuda daqui



Já acessou o FAÇA FISIOTERAPIA hoje?
Saiba mais sobre ESSE ASSUNTO clicando aqui!
Receba as NOTÍCIAS no seu email se inscrevendo aqui!
Veja os melhores EQUIPAMENTOS e CURSOS ON LINE de Fisioterapia.
Assista VIDEOS de Fisioterapia



COMENTE O POST

Shopping