Bases fisiológicas da Terapia Manual







http://3.bp.blogspot.com/-PGFw-fpaKRs/Ti40uW05TiI/AAAAAAAADsw/u4cao51-Pbo/s1600/male_massage.jpg

As bases fisiológicas e biomecânicas são fundamentais para o entendimento da Terapia Manual e de seus efeitos sobre o conjunto da unidade neuromusculoesquelética em disfunção. Um estudo fisiológico e biomecânico detalhado, baseado em evidências científicas, explica melhor sobre a dor, a inflamação e a restrição da mobilidade estabelecida.

Livro - As Bases da Fisiologia da Terapia Manual

Dentre os principais benefícios ofertados pelas diversas técnicas manuais, podemos citar que elas: reduzem ou eliminam as dores musculares/articulares; diminuem as tensões musculares; promovem a lubrificação intra-articular; aumentam a flexibilidade dos tecidos conectivos (músculos, cápsulas, ligamentos, tendões); previnem contra bloqueios intra-articulares, entre outros.

O diagnóstico biomecânico e funcional é primordial para a Terapia Manual, pois permite o melhor direcionamento na escolha dos recursos terapêuticos manuais a serem empregados durante o tratamento. Ele se baseia em uma boa anamnese, a qual deverá identificar: o tipo de dor e sua localização; se existe irradiação da dor para um ou outro nível motor; e, ainda, a correlação da dor com os diferentes elementos de um metâmero (miótomo, dermátomo, esclerótomo, angiótomo, enterótomo etc.).

Vamos conehcer um pouco mais sobre os elementos do metâmero:

Dermátomo: É a região de influência do nervo espinhal sobre o revestimento cutâneo. Existe uma superposição dos dermátomos. São as dermalgias reflexas ao nível dos nervos sensitivos cutâneos superficiais: locais ou a distância.

Miótomo: É a região de influência do nervo espinhal sobre o músculo. A dor de origem muscular é sentida na região cutânea que pertence ao miótomo contudo nem sempre há superposição entre ele e o dermátomo. Localizam-se nas cadeias neuromusculares lesionais - alteração da tonicidade - sistema agonista/antagonista desequilibrado. Músculos hipertônicos, encontramos ponto-gatilho e cordões fibrosos. Músculos hipotônicos fraqueza.

Esclerótomo: É a região de influência do nervo espinhal sobre a articulação, cápsulas, ligamentos periósteo e fáscias.

Viscerótomo: É a região de influência do nervo espinhal sobre a víscera.

Angiótomo (ortossimpática): congestão local. Edema reacional = edema do forame de conjugação.

Enterótomo: disfunções neurovegetativas viscerais.  

Você não pode perder:

Atualizações em Reabilitação Cardiopulmonar
eBook de Fisioterapia Hospitalar Completo
Drive Virtual de Fisioterapia



COMENTE O POST

Coloque no Google Plus

About Faça Fisioterapia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

Shopping