Como tratar na fisioterapia a Artrite Reumatóide Juvenil









Escrever sobre temas que são tão 'batidos' é um grande desafio. Não dinata tentar falar de coisas que não se falou por ai porque um assunto como Artrite Reumatóide Juvenil é dificil não ter sido explanada. Todo site/blog de saúde/fisioterapia já abordou esse tema pelo menos uma vez. Esse blog mesmo já abordou.

Porém, achei bacana fazer um post falando como procuro me comportar quando atendo uma criança com essa patologia. É importante lembrar que  causa exata da Artrite Reumatoide Juvenil não é conhecida. Uma hipótese é que a artrite possa ser desencadeada em crianças geneticamente predispostas após estresse psicológico, alteração hormonal, trauma articular, infecção viral ou bacteriana. Sabe-se que as células de defesa, que normalmente são formadas para defender o organismo das infecções ou das agressões externas, passam a agredi-la. Histologicamente falando, ocorre inflamação da fina membrana que reveste internamente as articulações (sinóvia), que se espessa e secreta líquido dentro da cavidade articular. Como resultado, ocorrerá inchaço, dor e limitação da movimentação articular.

Passando essa fase de teoria do post, o que procuro quando tenho uma criança com artrite juvenil é que ela tenha a maior qualidade de vida possível. Assim, o estímulo a atividades inerentes a idade que ela tem são sempre vem-vindas. Procuro focar em articulaçoes que não deixem sequelas para a vid, fazeno da prevenção pra a vida adulta um dos objetivos principais do trabalho. Quando a dor está muito intensa, eu não 'forço' a fisioterapia. Simplesmente recomendo o repouso. Se der para trabalhar outras partes do corpo, eu trabalho.

Se necessário, faço o uso de talas. Elas sao importantes para corrigir e evitar aumento das deformidades. Acredito que todo o esforço para colocar as articulações no seu 'local de função' é importante para não termos sequelas para a vida adulta.  Tomo muito cuidado com o uso de termoteraia (quente e frio). É preciso cautela para não fazer a inflamação aumentar.

Escuto muito o paciente que tem artrite reumatoide juvenil. Eles são o maior feedbac se o tratamento está indo para o caminho correto, se há uma melhora na sua funçao fora do consultório.

Por fim, acredito que não deixar que as sequelas que a artrite juvenil possa causar no paciente é o ponto principal do tratamento. Afinal de contas, a artrite pode desaparecer de acordo com a idade. As sequelas não!

Você não pode perder:

Atualizações em Reabilitação Cardiopulmonar
eBook de Fisioterapia Hospitalar Completo
Drive Virtual de Fisioterapia



COMENTE O POST

Coloque no Google Plus

About Faça Fisioterapia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

Shopping