Mobilização Neural usada para ganhar Arco de Movimento








O sistema nervoso se adapta aos movimentos corporais através dos movimentos relacionados a estruturas que são envolvidas. A função e a mecânica o sistema nervoso estão interligadas. A principal função do Sistema Nervoso é a condução de impulsos. A interligação da função mecânica e fisiológica do sistema mervoso foi reunida no termo neurodinâmica. Se esse sistema está apresentando normalidade neurodinâmica, significa que suas propriedades mecânicas e fisiológicas estão normais.

O sistema nervoso não somente conduz impulsos por meio de grandes amplitudes e complexidades de movimento, mas também adapta-se mecanicamente a esses movimentos, retraindo-se e alongando-se, podendo até mesmo limitar essas amplitudes em certas combinações de movimentos.

O conceito básico estipula que, em condições mecânicas e fisiológicas normais, o sistema nervoso possibilitará posturas e movimentos indolores. Em uma condição patológica, as alterações patomecânicas e fisiopatológicas induzirão o sistema nervoso a um estado patodinâmico

Quando a neurodinâmica está alterada, ocorre o que se denomina de Tensão Neural Adversa (TNA), que consiste numa resposta mecânica e fisiológica anormal quando a amplitude normal do sistema nervoso e sua capacidade de alongamento são testadas.

A atividade adequada do sistema nervoso depende de sua integridade. O comprometimento da mecânica e da fisiologia do sistema nervoso pode resultar em outras disfunções próprias do mesmo, bem como das estruturas musculoesqueléticas que recebem sua inervação .

Os nervos periféricos são frequentemente traumatizados, resultando em lesões que trazem como consequência perda ou redução da sensibilidade e da motricidade no território inervado pelos mesmos. Entre os diversos nervos periféricos do corpo, o nervo mediano apresenta traumatismos frequentes, resultando em lesões que trazem como consequência a redução da capacidade funcional do indivíduo.

Os exames que avaliam o envolvimento do tecido neural e a presença de tensão neural vêm sendo alvo de pesquisas. Os testes de restrição de mobilidade do sistema nervoso são considerados importantes há muitos anos, incluindo-se nos procedimentos que são empregados em geral para avaliação de distúrbios musculoesqueléticos. Os testes neurodinâmicos envolvem aplicação de um conjunto de movimentos passivos destinados a testar a capacidade de adaptação do tecido neural a diferentes posições funcionais.

A Mobilização Neural é uma técnica que tem como objetivo restaurar o movimento e a elasticidade do sistema nervoso, o que promove o retorno às suas funções normais e a redução do quadro sintomático. Embora a mobilização neural não seja amplamente conhecida, essa ideia de aplicar um tratamento mecânico para o tecido neural não é nova. Princípios e métodos do alongamento neural já existiam desde o ano 1800 e progressivamente foram se aperfeiçoando tanto na teoria quanto na aplicação clínica.

Considerando que atesnão neural adversa é um dos fatores que limita o movimento, presume-se que sua resolução ou diminuição por meio da mobilização neural resultaria numa melhor dinâmica neural e, consequentemente, permitiria uma maior arco de movimento..

Você não pode perder:

Atualizações em Reabilitação Cardiopulmonar
eBook de Fisioterapia Hospitalar Completo
Drive Virtual de Fisioterapia



COMENTE O POST

Coloque no Google Plus

About Faça Fisioterapia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

Shopping