Estalo no pescoço é sempre recomendável?






http://www.drlucianopellegrino.com.br/website/images/stories/cirurgias/cervicalgia.jpg

Festa de família e sempre quando sabem que você é fisioterapeuta, vem alguém tirar uma dúvida sobre algum assunto que envolva a Fisioterapia. Desta vez, a dúvida foi sobre estalos no pescoço.

O estalo de pescoço, quando feito por profissionais que dominam a técnica e sabem o que estão fazendo, proporciona o alívio imediato. A sensação de bem estar local é motivador para que esse estalo seja sempre bem vindo. Porém, traz uma questão que é perigosa para o próprio paciente.

Embora não esteja avaliando a técnica empregada para realizar esse estalo no pescoço (ou em qualquer parte do corpo) e partindo da suposição que o estalo' foi feito com segurança, o agravante de se procurar uma técnica que nao trata o problema original não faz com o que eu recomende o estalo como tratamento.

Ese alívio que a pessoa vai sentir vai durar quando tempo? 30 minutos, uma hora, um dia. E depois? Os mesmos fatores que fizeram o pescoço travar vão fazer com que o estalo seja necessário. Não há mistério em relação a isso. Se não mirar nas causas do problema, não haverá melhora 100% e causará uma hipermobilidade articular.

O ideal é procurar um fisioterapeuta para avaliar o que está causando esse 'travamento' seja no pescoço ou em qualquer parte corporal. A osteopatia é muito bem vista em muitos desse casos porque equilibra o corpo como um todo. O RPG também traz um equilíbrio muscular excelente.

Então, não ache que o estalo no pescoço, por exemplo, sempre, pode aliviar sua vida. Se não for feito da maneira correta (forma, quantidade, método) pode prejudicar ainda mais.

Até a próxima!

Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui


Você não pode perder

Cursos de FISIOTERAPIA para mudar sua carreira:

Tecnologia do Blogger.