Níveis de amputação em membros inferiores







http://alertasaude.com/wp-content/uploads/2013/07/OTPH-SG702_298.jpg
Embora a amputação seja uma coisa temida por muitos, deveríamos considerar a amputação não como o fim de alguma coisa ou simplesmente a perda de uma membro que consequentemente irá gerar incapacidades. Devemos considerá-la como o principio de uma nova fase, pois se de um lado houve a perda de um membro e a alteração da imagem corporal, do outro eliminou-se o perigo da perda da vida, ou deu alívio a sofrimentos intoleráveis, tornando ainda possível maior liberdade de ação.

Vamos saber mais sobre os níveis de amputação nos membros Inferiores

- Parcial dos dedos do pé - retira-se a 1ª ou 2ª falange; permanece o coto

- Desarticulação do dedo do pé - retirada total do dedo.

- Transmetatársica - 3ª, 4ª e 5ª metatarso sao retirados.

- Symes - desarticulação do tornozelo

- Abaixo do joelho- longa - retira-se mais de 30% do comprimento da tíbia.

- Abaixo do joelho - curta - retira-se menos de 20% do comprimento da tíbia.

- Desarticulação do joelho - retira-se a patela, a tíbia e a fíbula, ficando o fêmur totalmente íntegro.

- Acima do joelho - longa - retira-se mais de 60% do comprimento do fêmur.

- Acima do joelho - curta - retira-se menos de 35 % do comprimento do fêmur.

- Desarticulação Coxofemoral - retira-se totalmente o fêmur.

- Hemipelvectomia - retira-se a metade inferior da hemipelve.

- Hemicorporectomia - retira-se a parte inferior do corpo, abaixo de L4- L5. Este procedimento dificilmente é utilizado, devido a complicações que futuramente serão evidenciadas.

a. evitar a desarticulação do quadril. Deixar quando possível a cabeça e a maior porção do colo do fêmur para evitar deformidade.
b. 12 cm abaixo do trocanter são dados como comprimento mínimo para controle do coto. Assim mesmo é difícil mover as próteses com eficiência.
c. 30 a 36 cm abaixo do trocanter é um comprimento ideal de coto de coxa.
d. o nível transcondiliano não é bom a não ser para apoio terminal, pois a colocação da articulação de joelho deve ser externa, o que prejudica a estética e função.
e. a desarticulação de joelho após descapsulização permite cotos para apoio terminal.
f. 6 cm de tíbia já são suficientes para prótese de perna; remover o perônio. Usa-se a prótese "ajoelhada".
g. um bom nível será aquele entre o 1/3 superior com o médio.
h. o nível ideal é aquele entre o 1/3 médio e o inferior.
i. evitar cotos muito longos de perna.
j. a amputação de "Symes" permite excelentes cotos para apoio terminal.
k. as amputações através do tarso devem ser evitadas.
l. amputações através do metatarso são duvidosas.


Você não pode perder:

Atualizações em Reabilitação Cardiopulmonar
eBook de Fisioterapia Hospitalar Completo
Drive Virtual de Fisioterapia



COMENTE O POST

Coloque no Google Plus

About Faça Fisioterapia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

Shopping