Fraturas por estresse no pé




Olá, eu sou a Dani e esse texto fala sobre Fraturas por estresse no pé. Antes de começar a lê-lo, siga o blog nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter. Você também pode entrar nos grupos de Whatsapp ou no grupo do Telegram . Agora, vamos à leitura!




As fraturas por estresse ocorrem nos ossos do antepé que se estendem desde os dedos dos pés para o meio do seu pé (meta tarso). As fraturas por estresse são como pequenas rachaduras na superfície do osso. Eles podem ocorrer com aumentos repentinos nos treinos e atividades de impacto, como correr ou caminhar para distâncias ou tempos mais longos; técnicas de treinamento inadequados; ou mudanças nas superfícies de formação.

O descanso é o principal tratamento para fraturas por estresse no pé. Fique longe da atividade que provocou o ferimento, ou qualquer atividade que causa dor no local da fratura, durante três a quatro semanas. Substituir por outra atividade que coloque menos pressão sobre o pé, como natação.

Aos poucos, você vai ser capaz de voltar à atividade. É importante identificar os erros posturais que causaram o problema inicial para que você possa evitar a recorrência. Nos casos de lesões traumáticas, é só evitar novamente as "topadas" usando calçados em casa ou prestando mais atenção ao andar descalço.

Cirurgia raramente é necessária para esse tipo o tratamento de fraturas nos dedos dos pés ou antepé. No entanto, quando é necessária, tem um elevado grau de sucesso, já que o objetivo é reduzir (alinhar) e dar mobilidade precoce.


Você não pode perder


Tecnologia do Blogger.