Avaliação física simples diagnostica caquexia






 

A caquexia é uma síndrome associada a algumas doenças e que causa perda de peso e força muscular, principalmente em idosos com câncer – chega a acometer 85% desses pacientes. Para reverter essa situação, um pesquisador da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP usou um teste simples para avaliar a atividade física espontâneas desses doentes, por meio do estudo de parâmetros como o tempo sentado/deitado, o tempo em pé, o tempo caminhando e o número de passos dados e ver a sua associação com a caquexia.
Apesar de ser uma consequência de doenças graves e com grande impacto na saúde das pessoas, ainda é pouco abordada, sendo que a literatura médica descreve taxa de diagnóstico de apenas 2,4% dos casos. A explicação, aponta o médico geriatra e especialista em cuidados paliativos, André Filipe Junqueira dos Santos, autor do estudo, está na dificuldade de interpretação pelos médicos (da perda da massa e força muscular) e da demanda de exames sofisticados e caros para o diagnóstico.
O pesquisador, em seu trabalho de doutorado, usou um aparelho de fácil manejo e muito utilizado em pesquisas médicas, o qual usa o mesmo princípio dos smartphones para detectar posição e localização. Através deste dispositivo, avaliou-se o impacto da caquexia na atividade física espontânea de idosos com câncer. Segundo o pesquisador "existe uma correlação positiva entre a baixa atividade física espontânea com baixa massa e força muscular". Desta maneira, é possível em futuros estudos, padronizar este tipo de equipamento para avaliar de maneira menos invasivas e mais ampla a funcionalidade de pessoas acometidas por esta condição médica e de forma precoce.
A importância do diagnóstico precoce dessa síndrome, explica o médico, "permite que algumas estratégias para atenuar seu impacto sejam tomadas, como uso de medicações e fisioterapia". A perda da massa muscular e, consequentemente, da força muscular, predispõe esses idosos a um declínio "quantitativo e qualitativo na sua funcionalidade, sendo por si só um fator de piora da qualidade de vida e aumento da mortalidade".
Diagnóstico precoce
Como ainda não existe nenhum tratamento que permita recuperar a massa muscular desses doentes, já que sem a interrupção da doença que causa a caquexia a perda da massa muscular é continua e irreversível, o diagnóstico precoce é fundamental para melhorar a vida desses doentes enquanto convivem com a doença. Assim, o pesquisador visualiza um método simples para ajudar a comunidade médica no aumento da taxa de identificação da doença e consequente tomada de atitudes. Basta, segundo ele, verificar essa relação entre as atividades físicas espontâneas, como o simples ato de caminhar – um elemento do dia a dia das pessoas, com a perda de massa e força muscular.
A caquexia está relacionada a um aumento do consumo de energia do organismo devido a substâncias inflamatórias produzidas pelo tumor (no caso do câncer); provoca perda de peso, perda de massa muscular e está correlacionada a uma má resposta ao tratamento oncológico e ao aumento da mortalidade.

Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui


Você não pode perder

Cursos de FISIOTERAPIA para mudar sua carreira:

Tecnologia do Blogger.