O tapping ajudando o placing e holding na Fisioterapia na Pediatria






http://ot4kids.co.uk/wp-content/uploads/2011/03/IMG_0546.jpg

Uma das coisas mais difíceis é quando o fisioterapeuta lida com a incapacidade de sustentação do movimento infantil. Porém, há algumas técnicas que facilitam esse objetivo e o taping é uma delas.

Placing e holding (colocação e manutenção) são técnicas que envolvem a
habilidade em controlar e manter os movimentos e as posições de forma
automática e voluntária, em toda a amplitude de movimento.

O placing é a habilidade de interromper um movimento em qualquer amplitude, voluntariamente ou automaticamente. É m auto-ajuste postural que demanda um ajuste automático dos músculos a`s mudanças de postura, o que faz parte do mecanismo de contração postural normal.

No tratamento o corpo e membros do paciente são colocados em várias posições e ele é requisitado a manter (holding) e controla-los sem ajuda, em grande variedade de padrões funcionais e em várias etapas e em diversas amplitudes de um movimento.

Uma resposta normal ao placing garante a harmonia de um movimento voluntário. O placing é o auto-ajuste aos movimentos que se objetiva ao final da terapia. Jaá o holding é a habilidade de manter o segmento cujo movimento
foi interrompido, na posição em que se colocou este segmento quando se
realizou o placing.

O tapping é uma maneira de se atingir o placing. Esta técnica é um
meio de aumentar o tônus postural pelo estímulo tátil e proprioceptivo,
ativar grupos musculares fracos, obter graduação adequada da inervação
recíproca, estimular as reações de balance (equilíbrio, protecão e retificacão), e promover padrões sinérgicos de movimento (ativação muscular
adequada de agonistas, antagonistas e sinergistas).

É importante lembrar que tapping é utilizado somente quando o paciente está no melhor alinhamento biomecânico possível e em casos de fraqueza de um grupo muscular, hipotonia global, ou necessidade de aumentar o tônus de atetóides e atáxicos. Não se utiliza o tapping na presença de espasticidade ou espasmos, a
menos que se objetive melhorar as reações de balance para ativar o ajuste as mudanças de postura.



Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui


Você não pode perder

Cursos de FISIOTERAPIA para mudar sua carreira:

Tecnologia do Blogger.