Sabendo mais sobre a Goniometria






http://advancedtherapy.mx/education/wp-content/uploads/2016/03/goniometria-ayuda-fisioterapia.jpg

A flexibilidade pode ser limitada por alguns fatores anatomofisiológicos. São eles: estrutura da articulação; tônus e força muscular; capacidade de estiramento muscular; capacidade de estiramento dos tendões, ligamentos, cápsulas articulares e pele; nervos; idade e sexo; condicionamento físico; fadiga.

Uma das formas que temos de avaliar a flexibilidade de um paciente é a goniometria.
A goniometria refere-se à medida, através de um instrumento chamado goniômetro, de ângulo criado nas articulações humanas pelos ossos do corpo (NORKIN; WHITE, 1997).


    O goniômetro, que pode ser metálico ou plástico, também apresente diversidade de tamanhos e modelos. Alguns possuem corpos de meio círculo e outros de círculo total no centro do instrumento. O goniômetro se divide em braço estacionário ou fixo, braço móvel e o corpo de círculo. O braço móvel é ligado ao corpo e ao braço fixo através de um parafuso. O braço móvel se movimenta de acordo com o movimento da articulação enquanto o braço fixo encontra-se estacionário, sem acompanhar o movimento (NORKIN; WHITE, 1997).
    É um método de avaliação importante na averiguação das condições músculo-esqueléticas, especificamente nas medidas de amplitude de movimento dos tecidos moles e articulações (NORKIN; WHITE, 1997).
    O examinador, utilizando a técnica da goniometria, precisa ter conhecimentos e habilidades sobre:
  1. Posições recomendadas ao teste;
  2. Posicionamento alternativo;
  3. Estabilização necessária;
  4. Estrutura e função articulares;
  5. Sensação final normal;
  6. Limites ósseos anatômicos;
  7. Alinhamento do instrumento.
    Além disso, o avaliador deve ter a capacidade de executar, em cada articulação e movimento, o seguinte:
  1. Posicionar e estabilizar corretamente;
  2. Movimentar uma parte do corpo de acordo com a amplitude adequada do movimento;
  3. Determinar o fim da amplitude de movimento (sensação final);
  4. Palpar os pontos anatômicos adequados;
  5. Alinhar o instrumento de medida com esses pontos;
  6. Ler o instrumento de medida;
  7. Registrar corretamente as medidas.
    A posição inicial é um fator importante na avaliação goniométrica. A posição influencia a quantidade de tensão que os tecidos moles ao redor da articulação estão recebendo. É necessária a mesma posição durante as medidas sucessivas de goniometria (NORKIN; WHITE, 1997).
    As posições recomendadas de teste são:
  1. Colocar a articulação em posição inicial de zero grau;
  2. Permitir uma amplitude de movimento completa;
  3. Proporcionar a estabilização do segmento articular proximal.
    A estabilização dos segmentos articulares proximais é muito importante para isolar o movimento da articulação que está sendo examinada (NORKIN; WHITE, 1997).
    O alinhamento do goniômetro refere-se ao alinhamento dos braços do goniômetro com os segmentos proximais e distais da articulação que está sendo avaliada. O instrumento deve ser posicionado de acordo com os pontos anatômicos referentes a pontos das articulações avaliadas, para uma precisão na visualização dos segmentos articulares (NORKIN; WHITE, 1997).
    Antes de iniciar uma avaliação goniométrica, o examinador deve:
  1. Determinar as articulações e os movimentos que devem ser testados;
  2. Organizar as seqüências de testes por posição corporal;
  3. Reunir o equipamento necessário, como goniômetros, rolos de toalha e formulários de registros;
  4. Preparar uma explicação do procedimento para o sujeito.
    A explicação para o sujeito pode seguir os seguintes passos:
  1. Introdução e explicação do objetivo;
  2. Explicação e apresentação do goniômetro;
  3. Explicação e demonstração dos pontos anatômicos;
  4. Explicação e demonstração das posições recomendadas de teste;
  5. Explicação e demonstração dos papéis dos examinadores e do sujeito;
  6. Confirmação da compreensão pelo sujeito.

Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui


Você não pode perder

Cursos de FISIOTERAPIA para mudar sua carreira:

Tecnologia do Blogger.