Hidroterapia ajudando nos problemas respiratórios






 


Para muitas pessoas, principalmente aquelas que sofrem com as mudanças de temperatura, as estações do outono e inverno são sofríveis, principalmente por causa do tempo frio e o ar  mais seco. Quem tem alergia respiratória, o inverno agrava os sintomas: tosse, olhos lacrimejando constantemente, dores de cabeça e na região que vai do nariz às bochechas, e uma secreção nasal incessante. Tudo isso se torna parte da rotina dos alérgicos durante o frio. Basta esfriar um pouco para que os problemas respiratórios e alérgicos comecem a aparecer. De acordo com estimativas, cerca de 40% da população mundial sofre desse mal, que culmina com bronquite, faringite, laringite, meningite, pneumonia, rinite, sinusite e asma. As doenças alérgicas que mais atacam a população, principalmente no inverno, são a asma e a rinite.

Não há dúvidas de que a melhor forma de passar o inverno longe desses problemas é a prevenção. Manter ambientes limpos, trocar os lençóis e roupas de cama uma vez por semana, lavar as roupas de inverno, tanto as de vestir quanto as de cama, antes de usá-las, deixar as janelas abertas para ventilar, manter a alimentação saudável e tomar bastante água estão entre os principais cuidados neste período. Outra sugestão para a prevenção e o combate aos problemas respiratórios é a hidroterapia. A fisioterapia aquática é uma atividade terapêutica, com a realização de exercícios dentro de uma piscina com água aquecida. As atividades são orientadas sempre por um fisioterapeuta, evitando impacto, acelerando a recuperação e prevenindo várias doenças.

No caso dos problemas respiratórios, a hidroterapia é uma grande aliada. A pressão que a água exerce sobre a caixa torácica auxilia nos exercícios para os músculos respiratórios, melhorando a capacidade pulmonar. Além disso, a fisioterapia aquática alia exercícios específicos, que ajudam a corrigir a postura corporal, relaxam e alongam os músculos respiratórios, contribuindo para a melhora da função pulmonar e do bem-estar geral do paciente. Por ser um ambiente úmido, auxilia na higiene brônquica, na desintoxicação e expulsão de resíduos pela respiração.

A hidroterapia, por sua vez, é um recurso da fisioterapia que utiliza as propriedades da água na prevenção e no tratamento de diversas patologias. Consiste na realização de exercícios específicos em piscina coberta e aquecida, visando obter uma melhor e mais rápida recuperação do paciente.


Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui


Você não pode perder

Cursos de FISIOTERAPIA para mudar sua carreira:

Tecnologia do Blogger.