Utilidade da Drenagem Linfática para o Fisioterapeuta







A drenagem reduz a celulite, atenua problemas circulatórios e varizes. Além de ajudar muito no pré e o pós-operatório de cirurgias plásticas.

O nome pode não parecer muito atraente, mas essa é uma massagem que traz grandes benefícios para mulher. E que vem se transformando em uma ótima opção para quem quer se manter em forma e ativar a circulação. Mas, como é que a drenagem linfática atua no nosso organismo? 

Como é uma massagem técnica e ritmada ela ativa a circulação, elimina toxinas e nutre os tecidos. A drenagem é feita sobre o sistema linfático e os resultados são visíveis em poucas sessões. 

Há dois tipos de drenagem:

Na manual, um profissional especializado trabalha de acordo com as necessidades de cada paciente.

No caso da drenagem mecânica, um aparelho age seqüencialmente, com contrações rítmicas que transportam a linfa para os gânglios. 

Eliminando toxinas e ativando a circulação sanguínea, a drenagem combate a celulite, alivia a dor das varizes e ajuda a reduzir o desconforto do período pré-menstrual – em que normalmente estamos mais inchadas e com dores nas pernas. Segundos os cirurgiões plásticos, a massagem é uma grande aliada no pré e no pós-operatório de cirurgias plásticas de abdômen, lipoaspiração, lipoescultura, mamoplastia ou plásticas faciais. Isso porque ela estimula o organismo a reagir eliminando os líquidos que causam o inchaço e os edemas. 

O resultado é uma recuperação muito mais rápida. Normalmente, o tempo das sessões da drenagem é de trinta e cinco minutos e o ideal fazer a massagem de duas a três vezes por semana. 


Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui


Você não pode perder

Cursos de FISIOTERAPIA para mudar sua carreira:

Tecnologia do Blogger.