Saiba mais sobre a Reabilitação Funcional







https://nsistemcell.com/wp-content/uploads/2016/07/functional-rehab.jpg

A reabilitação funcional é a recuperação, por meio de exercícios orientados, da integridade de alguma função neuromuscular prejudicada ou perdida em virtude de qualquer fator. Essa reabilitação pode referir-se a força, condicionamento ou coordenação. O treinamento funcional não se resume a simplesmente aumentar a força de um músculo ou grupo de músculos, ele requer modificações físicas para melhorar a relação de trabalho entre os sistemas nervoso e muscular.

Clique aqui para ter mais de 100 exercícios de Treinamento Funcional

Ela consiste num programa de reabilitação funcional inclui treinamento de força, flexibilidade e agilidade, bem como atividades focadas na coordenação entre partes do corpo e movimentos específicos, visando preparar o indivíduo para retornar à sua plena atividade.

A reabilitação funcional envolve a realização de exercícios controlados em uma área de disfunção, de tal forma que as melhorias na força, condicionamento e coordenação melhorem também o desempenho dos movimentos para que as atividades da vida diária do indivíduo sejam mais facilmente executadas. Essa reabilitação altamente especializada ajudará o indivíduo a recuperar mais rapidamente seu melhor desempenho.

A reabilitação funcional destina-se a corrigir a incapacidade existente e a conservar, a desenvolver ou a restabelecer as aptidões e capacidades da pessoa para o exercício, em nível ótimo, da atividade considerada. Na reabilitação funcional busca-se corrigir os problemas através de terapia física e manipulação neuromuscular, particularmente naquelas pessoas com dor física, tendo como referência a biomecânica.

A reabilitação funcional é uma tentativa de retornar o indivíduo lesionado para um nível ideal de desempenho. Normalmente, ela tem sido aplicada à medicina esportiva, mas esta abordagem também é benéfica para os indivíduos que voltam ao trabalho ou a atividades da vida diária após lesões traumáticas ou neurológicas, como acidentes vasculares cerebrais, por exemplo.

O objetivo geral da reabilitação funcional é treinar o paciente para retornar às atividades ou esportes costumeiros. Ela difere das terapias usadas para tratar os sintomas do paciente usando modalidades como calor, gelo e medicação, tendo por objetivo fortalecer o(s) músculo(s) lesionado(s).

O paciente (mais comumente um atleta) deve começar a reabilitação assim que a lesão permitir e ela deve ser específica para a lesão em causa, a qual envolve etapas progressivas de desenvolvimento da força muscular e resistência para retornar à sua atividade específica.

O fisioterapeuta deve levantar a história da lesão, incluindo lesões, tratamentos e recuperação anteriores, procurar compreender as metas do paciente e fazer planos de como retornar o indivíduo a seu estado ideal. Um exame físico deve ser realizado para avaliar, entre outras coisas, os reflexos, a postura, o equilíbrio, a caminhada, o controle muscular, a estabilização do corpo durante o repouso, o movimento, a amplitude de movimento das articulações e quaisquer deficiências ou problemas que possam ter contribuído para a lesão original.

A reabilitação funcional requer diagnósticos funcionais, como a revisão das técnicas do atleta, capacidade de movimento e adaptações secundárias de articulações ou músculos. Exames de imagens como radiografias, tomografia computadorizada, ultrassonografia e ressonância magnética podem ser usados para esclarecer o problema ou uma lesão particular.

Para que a reabilitação seja mais eficiente, os exercícios funcionais devem envolver a reabilitação e estabilização muscular do abdômen, costas, pescoço, escápula, pelve, quadril, músculos adutores e glúteos.

Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui


Você não pode perder

Cursos de FISIOTERAPIA para mudar sua carreira:

Tecnologia do Blogger.