Header Ads


Exercícios Isométricos na Fisioterapia








Exercício isométrico é uma forma de treinamento de resistência, no qual o aluno usa os músculos do corpo para exercer uma força contra um objeto imóvel ou também manter o músculo em uma posição fixa por uma duração de tempo determinada. Neste tipo de exercício, o músculo é contraído mas não muda de extensão enquanto a força é exercida.

Pacientes em reabilitação devido a problemas musculoesqueléticos podem ser beneficiados por exercícios isométricos, pois aumentam sua força muscular, principalmente quando a imobilização articular limita exercícios dinâmicos.

Uma das principais vantagens do treinamento isométrico é a diminuição da sobrecarga articular, fazendo com que atletas que possuem limitação ou tenham passado por alguma cirurgia possam continuar treinando e se recuperem aos poucos.

Além da sua  capacidade de reduzir a sobrecarga nas articulações, ele pode desenvolver maior resistência dos ligamentos, aumentar a flexibilidade, melhorar a coordenação e o equilíbrio, além de permitir treinos para quem sofre de lesões ou está em processo de recuperação de algum ferimento.

É importante ficar atento porque esse tipo de exercício é contraindicado para pessoas cardiopatas, com recente dano miocárdio e com moderada ou severa hipertensão.

Para trabalhar com estes exercícios, você também deve tomar alguns cuidados:

  • Cuidado com a postura e a manutenção da mesma durante o exercício;

  • Controle também a respiração, sem fazer apnéia (sem prender a respiração);

  • Controle as cargas de acordo com a sua limitação;

  • Cuidado com ao alinhamento da coluna, dos membros inferiores e superiores;

  • Comece fazendo 3 séries de 10 segundos.

  • Não ultrapasse os 30 segundos para não sobrecarregar outras partes e não sair da postura adequada.


  • Você não pode perder:

    Atualizações em Reabilitação Cardiopulmonar
    eBook de Fisioterapia Hospitalar Completo
    Drive Virtual de Fisioterapia

    Tecnologia do Blogger.