Saúde da mulher tratada pela Fisioterapia







As mulheres ao longo da vida passam por fases e momentos específicos, determinados por mudanças hormonais, físicas, psicológicas e sociais.

Como o iniciar e concluir do ciclo menstrual e da fertilidade, a descoberta e o desenvolver da sexualidade e do próprio corpo, a gravidez e a maternidade, o amadurecimento e o envelhecimento.
Por isso, o funcionamento dos corpos femininos e masculinos diferem fisiológica e biologicamente entre eles e, por esse motivo, algumas demandas de atendimento na área da saúde também diferem.
Embora ainda pouco conhecida pela maioria da população, e até por uma parte dos profissionais de saúde, a intervenção da fisioterapia na saúde da mulher tem um impacto profundo na prevenção e reabilitação de diversas enfermidades que as atingem.

O fisioterapeuta pode atuar nas mais diversas fases de suas vidas. Melhorando, inclusive, sua qualidade de vida.

As áreas de intervenção são inúmeras. As principais afecções que atinjam a vida das mulheres e onde a fisioterapia consegue intervir com ótimos resultados:
  • Incontinência urinaria;
  • Disfunções sexuais;
  • Prolapso;
  • Dores pélvicas;
  • Câncer ginecológico e câncer de mama.
Além destas enfermidades, por fim, também tratarei da fisioterapia obstétrica, por ser outro importante momento na vida das mulheres em gestação.

Neste sentido surgiu a medicina uroginecológica, que, mais tarde, deu origem às Ciências da Saúde da Mulher, realizando assim, uma abordagem mais específica.
Dentro desta área, os estudos em fisioterapia deram origem a um campo específico, direcionado à Fisioterapia na Saúde da Mulher.

Este campo foi legitimamente reconhecido como especialidade em 2009, pelo Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (COFFITO).

Desde seu reconhecimento, a importância deste campo está sendo cada vez mais crescente.
A fisioterapia estuda o movimento humano em todas as suas formas de expressão e potencialidades, tanto nas alterações patológicas quanto nas repercussões psíquicas e orgânicas. E tem como objetivo desenvolver ou reabilitar a integridade de órgãos e sistemas, aperfeiçoar ou adaptar as pessoas para a melhor qualidade de vida.

Os tratamentos voltados à saúde da mulher atuam nas áreas de oncologia (ginecológica e mamária), uroginecologia (incontinência urinária e fecal), ginecologia (disfunções sexuais, dor pélvica crônica, endometriose, climatério) e obstetrícia (gestação e pós-parto), visando à melhora da condição física, qualidade e bem-estar
Com ajuda daqui

Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui


Você não pode perder

Cursos de FISIOTERAPIA para mudar sua carreira:

Tecnologia do Blogger.