Fisioterapia Manual na Hérnia de Disco Lombar









A coluna vertebral é constituída pelas vértebras e entre elas há o disco intervertebral que é responsável pelo amortecimento do impacto e ajuda também na movimentação e resistência da coluna. O disco é constituído por duas partes o anel fibroso e o núcleo pulposo que tem a aparência de um gel. Quando o disco intervertebral sofre uma ruptura na sua parte externa "anulo fibroso"  permite que o material que esta no seu interior "gel" saia, comprimindo uma das raízes do nervo ciático. A dor inicia-se devido a essa compressão causando uma isquemia na raiz nervosa ou devido a irritação desse material "gel" na raiz nervosa.

Causas da Hérnia de Disco

A hérnia de disco tem como causas diversos fatores, sendo o genético e o esforço físico exagerado os principais. O tabagismo, a obesidade e o sedentarismo causam, indiretamente, pois promovem a perda de força muscular, o excesso de carga e a frouxidão ligamentar.
De qualquer maneira, quem tem histórico familiar não deve manter postura errada por longos períodos (ficar sentado ou em pé por muito tempo), evitar ao máximo carregar peso, e fazer movimentos de flexão/extensão lombar repetidos e de maneira incorreta (sem dobrar os joelhos) pois estes sim levam ao surgimento de hérnias de disco diretamente.
Por outro lado, há pacientes que nunca pegam peso, não fazem esforços físicos e, mesmo assim, adquirem hérnia de disco. As causas da hérnia de disco são multifatoriais e, na grande maioria das vezes, não podemos afirmar qual causa levou à sua formação.

Sintomas da Hérnia de Disco

A hérnia de disco pode causar dor nas costas, pois surgiu de um machucado no disco.

Entretanto ela pode causar outros sintomas como:

Dor nos braços
Dor nas pernas

Isso porque muito próximo dos discos, passam vários nervos que comandam os braços (no caso da coluna na altura do pescoço) ou as pernas (no caso da região lombar – a mais baixa da coluna) e a hérnia pode empurrar o nervo causando a dor nessas regiões. O local da irradiação da dor irá depender de qual for o nervo pinçado.

Além da dor, este pinçamento de nervo pode causar também:

Perda de força muscular
Dormência
Formigamento

Caso você tenha dor nas costas e a dor irradiar para perna ou braço, ou se você sente algum tipo de fraqueza para movimentar os membros ou dormência e formigamento, é importante que procure auxílio médico pois você pode ter uma hérnia de disco pinçando o nervo.

Esse pinçamento de nervo, recebe o nome de "radiculopatia".

Tipos de Hérnias de Disco
Tipos de Hérnia de Disco
As hérnias de disco podem ser classificadas de acordo com sua morfologia:

 Extrusas

Ocorre perfuração do anel fibroso e deslocamento do material discal (parte do núcleo pulposo) para o interior do espaço epidural.

 Protrusas

O disco se torna saliente posteriormente, sem ruptura do anel fibroso.

 Sequestradas

No sequestro discal há rompimento da parede do disco e o líquido gelatinoso migra para dentro do canal medular, para cima ou para baixo. Estas lesões podem acarretar pressão sobre a medula espinhal, causando mielopatia, pressão sobre a cauda equina, acarretando síndrome da cauda equina ou pressão sobre as raízes nervosas. A quantidade de pressão sobre os tecidos nervosos determina a gravidade do déficit neurológico.
As hérnias de disco podem também ser classificadas em relação à localização:
  • Zona Central
  • Recesso lateral
  • Forame
  • Zona extraforaminal
E também podem ser classificadas pelo tempo de evolução:
  • Agudas (com menos de 3 meses de evolução)
  • Crônicas
Observações sobre o Tratamento
O importante sobre os tratamentos de hérnia de disco é que, os procedimentos, sejam minimamente invasivos ou cirurgia convencional, nunca são o final do tratamento.
Isso porque os procedimentos tem como objetivo fazer com que a pessoa se sinta confortável, permitindo que ela retome as suas atividades o mais rápido o possível.
Mas o que deixará o paciente bem por um tempo prolongado é a atividade física de estabilização da coluna.
A estabilização de coluna são exercícios de fortalecimento de determinados músculos que, quando bem trabalhados, ajudam a aliviar a carga nas estruturas da coluna.
Essa é uma forma simples e acessível de obter resultados duradouros quando se trata de hérnia de disco.
Fisioterapia Manual
A fisioterapia manual utiliza como instrumento as mãos do terapeuta, utilizando técnicas como massagens, mobilizações, cinesioterapia para treino de força, flexibilidade, coordenação e equilíbrio, além de promover estabilização segmentar para reestabelecer a mobilidade articular
Alguns pacientes se beneficiam da manipulação da coluna durante os estágios iniciais da fisioterapia. A mobilização manual suave ajuda a relaxar os espasmos e reduzir o edema, reduzindo também a dor.
A pompage é um trabalho miotensivo com mobilização somada ao deslizamento das fáscias, que tem como objetivo o relaxamento muscular, melhora na nutrição circulatória dos tecidos moles e articulações, quebra de contraturas/encurtamentos/retrações e restauração do formato ou comprimento.
O Pilates e o RPG são técnicas de reabilitação na fisioterapia também consideradas como técnicas manuais.
O Pilates tem como base um conceito denominado contrologia, que é a correta movimentação de todos os grupos musculares do corpo, com a aplicação dos mais importantes princípios das forças que atuam em cada um dos ossos do esqueleto, com o completo conhecimento dos mecanismos funcionais do corpo.
Já o RPG é um método de alongamento muscular ativo, com o princípio de alongar em conjunto os músculos antigravitários e foi baseado na compreensão das cadeias musculares posturais.
DICA PARA PROFISSIONAIS:

Tenha grandes resultados como tratamento de Fisioterapia na Hérnia de Disco Lombar. Esse curso é sensacional. Saiba mais sobre o Curso Aprenda a Tratar Lombalgias.

Você não pode perder

Cursos de FISIOTERAPIA para mudar sua carreira:

Tecnologia do Blogger.