Cama elástica e a Propriocepção








A propriocepção é considerada como o sexto sentido para alguns profissionais da área da saúde por ser definida, de modo bem prático, como a capacidade de sentir o posicionamento de nosso corpo no espaço.

Fisiologicamente, a propriocepção está ligada à resposta que o sistema nervoso central (SNC) dá ao receber diversas informações do corpo. Isso inclui informações de posição dos diversos segmentos articulares, padrões de movimento e padrões de ativação muscular.

O treinamento proprioceptivo visa a maximizar a proteção articular e promover eficiente restauração funcional. Programas de reabilitação baseados em treinamento proprioceptivo promovem melhora objetiva do estado funcional do paciente. É importante lembrar que para ocorrer uma reeducação sensoriomotora adequada, é necessário um treinamento específico e supervisionado. 

A cama elástica se popularizou como um acessórios para aulas focadas em trabalho aeróbico depois do surgimento do jump. Apesar dessa ideia de que ela só serve para isso, podemos usá-la também para reabilitação, justamente no treinamento sensório motor para melhorar a propriocepção dos pacientes.

Ela é mais alta e exige cuidados na hora de subir e descer do acessório, mas com a instrução correta não existe necessidade de preocupação. Além de todos seus benefícios, muitos alunos adoram trabalhar com cama elástica.

Os exercícios proprioceptivos na cama elástica são sempre indicados quando ocorre uma lesão na articulação, músculos e/ou nos ligamentos e, por isso, devem ser orientados por um fisioterapeuta para adequar os exercícios ao que o paciente realmente precisa.


Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui


Você não pode perder

Cursos de FISIOTERAPIA para mudar sua carreira:

Tecnologia do Blogger.