Cervicalgia, a dor no pescoço que incomoda!






Imagem relacionada

Podemos definir a Cervicalgia como um quadro doloroso, normalmente resultado de uma contractura muscular no pescoço, geralmente assimétrica. Os músculos do pescoço estão sujeitos a uma tensão constante para manter a posição correta da nossa cabeça, o que poderá vir a provocar dor muscular, devido a um aumento gradual de tensão nos músculos e provocar também algum tipo de ruptura muscular, através de movimentos rápidos e bruscos.

Os sintomas mais comuns neste caso são: atitude de defesa e rigidez dos movimentos, alteração da mobilidade do pescoço e a dor durante a palpação muscular do pescoço podendo também abranger a região do ombro e nos casos mais graves ou prolongados irradiando para todo o membro superior.

Em relação à dor, o paciente pode queixar-se desde uma dor leve local e uma sensação de cansaço, até uma dor mais forte e limitante. O braço, além de doer, pode apresentar alterações de sensibilidade e força muscular, são as chamadas "alterações neurológicas".

O paciente refere adormecimento de alguma área ou de todo o membro, podendo ser contínua ou desencadeada por algum fator. A fraqueza muscular acontece em casos mais graves ou prolongados sendo geralmente progressiva. Podem existir também alterações nos reflexos encontrados em algumas inserções musculares no punho, cotovelo e ombro nos casos mais graves.

Outros sintomas que podem ser vistos, porém são menos comuns são: dificuldade na escrita ou na marcha, alterações na fala, dor de cabeça, zumbidos, náuseas, visão turva, febre, sudorese noturna, cansaço e perda de peso.

Em casos mais graves a dor cervical pode fazer parte de graves infecções ou tumores. A cervicalgia é um dos sintomas da meningite, infecção rara e grave do sistema nervoso.

Quer aprender a tratar Coluna Vertebral sem dúvidas?

Conheça a  mais completa certificação em coluna que você pode fazer!  São mais de 300 vídeo aulas, livros complementares e dezenas de conteúdos extras. Clique na imagem abaixo e veja o conteúdo!




 

Você não pode perder

Cursos de FISIOTERAPIA para mudar sua carreira:

Tecnologia do Blogger.