5 cuidados para evitar lesões no Pilates







http://www.vittalisa.com.br/blog/wp-content/uploads/2013/10/knee-pain-page.jpg

O pilates tem grande importância no tratamento e recuperação de lesões, pois os exercícios proporcionam movimentos fisiológicos (movimentos naturais do corpo humano) e o fortalecimento e alongamento muscularpra  geramos um equilíbrio na área da lesão. Assim, há uma melhora nas dores, nos movimentos compensatórios e restabelece os movimentos normais da articulação ou da parte lesionada, mantendo a musculatura das outras regiões íntegras, o que proporciona o retorno do atleta as suas atividades esportivas o mais rápido possível.

Porém, é preciso tomar alguns cuidados para que a prática traga benefícios e não maleficios.

1 - Sempre inicie as aulas com exercícios de amplitude máxima. Dessa forma é possível conseguir diminuir a pressão intra-articular e a sobrecarga articular aumentando consequentemente o espaço intra-articular e prevenindo lesão nas cartilagens.

2 - Faça apenas cinco repetições de cada padrão nas primeiras seis aulas, para diminuir o índice de fadiga muscular e com isso, diminui a probabilidade de ter lesões. Esse número de repetições é um número padrão para perceber se há fasciculações (tremores) musculares durante a aula. Caso o músculo não apresente fasciculação, pode ser um indício de ganho de resistência muscular e desta forma pode-se aumentar o número de repetições de forma segura.

3 - Sempre realize estabilizações estáticas ou dinâmicas da coluna vertebral em exercícios de grandes alavancas, mesmo que haja movimentos do tronco, como flexão e extensão da coluna. É necessário ativar o músculo transverso do abdômen e sempre que possível também ativar o glúteo máximo para estabilizar a coluna lombar a articulação sacro ilíaca respectivamente. Isso é essencial para realização dos exercícios de grandes alavancas, como por exemplo, o Tease mostrado nesta foto flexão de quadris e joelhos.

4 - Faça treinos com estímulos sinestésicos intensos nas quatro primeiras aulas. O estímulo sinestésico é feito pela palpação (toque) nos músculos que entram em contração máxima. Assim é gerado mais conexão mente-músculo, maior recrutamento neuromuscular, com isso menor índice de fadiga e lesão.

5 - Priorize os exercícios em carga cinética fechada ou semiaberta nas 8 aulas iniciais. Esses exercícios diminuem a sobrecarga articular e muscular, gerando uma distribuição de forças num maior número de articulações e grupos musculares. Dessa forma, há uma diminuição da fadiga, diminuindo o índice de lesão, principalmente em idosos.

Seguindo esses cinco itnes, é dificil haver lesões. Boa sorte.

Foto: Google Imagens.

Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui


Você não pode perder

Cursos de FISIOTERAPIA para mudar sua carreira:

Tecnologia do Blogger.