Pilates combate tensão em ombros e pescoço trabalhando a postura






http://www.isaudebahia.com.br/uploads/RTEmagicC_Dor_9_01.jpg.jpg

A tensão no pescoço e nos ombros é uma das reclamações mais comuns da idade moderna. As pessoas tendem a se sentar em um computador por horas a fio. Mesmo nos locais de trabalho mais ergonômicos, é quase impossível evitar a sobrecarga dos músculos do pescoço e dos ombros. A própria posição de trabalho em frente ao computador faz com que force mais a musculatura dos ombros para segurar os braços no momento de digitar. As pessoas também tendem a manter a tensão emocional e estresse em seus pescoços. Os exercícios de Pilates podem ajudar a relaxar os músculos. 

A maioria dos exercícios de pilates fortalecem os músculos necessários para dar suporte adequado à coluna e facilitam a conscientização sobre o que realmente é a postura correta. Porém fazer apenas os exercícios de Pilates não é o suficiente, se você quer melhorar sua postura e curar suas dores nas costas você deve incorporar o exercício na sua rotina diária. É necessário manter a coluna com as curvaturas normais (neutras) e a contração abdominal (centro) nas atividades diárias. Dessa forma perceberá mudanças imediatamente - em suas dores nas costas, na sua postura e no seu senso de bem-estar.

Uma das formas que o Pilates tem de auxiliar essa melhora na coluna cervical é com o auxilio a respiração correta. Quando inspiramos, a resistência nasal resulta no aumento do trabalho respiratório, uma vez que ela determina a necessidade de recrutamento dos músculos acessórios. Consequentemente, devido à sobrecarga e ao encurtamento desses músculos auxiliares da respiração, o crânio é tracionado para frente e para baixo, produzindo a posição anteriorizada da cabeça.

Já ouvimos falar muito de técnicas que utilizam a respiração como base para melhorias na postura. No método Pilates, inspiramos pelo nariz e expiramos pela boca. Isso ajuda a relaxar a musculatura acessória. Os exercícios trabalham a capacidade respiratória e a oxigenação, que tendem a diminuir em função de mudanças estruturais na coluna vertebral, que modificam o funcionamento do músculo diafragma e influenciam na deformação da caixa torácica. Além disso, ajudam a relaxar a musculatura que está agindo para que a cervicalgia continue.

Melhorar a postura e mantê-la correta é o ponto de partida para que a cervicalgia não apareça. E nisso o Pilates pode ajudar e muito.

Com ajuda daqui

Você não pode perder:

Atualizações em Reabilitação Cardiopulmonar
eBook de Fisioterapia Hospitalar Completo
Drive Virtual de Fisioterapia



COMENTE O POST

Coloque no Google Plus

About Faça Fisioterapia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

Shopping