A relação entre hérnia de disco e na dor ciática






http://www.neurocirurgiabh.com/images/ciatica_lombalgia-4.jpg

A hérnia de disco é o deslocamento do disco intervertebral causado por ruptura da parte mais externa e mais dura do disco, levando à saída do núcleo interno de consistência gelatinosa. O material deslocado do disco acaba por invadir o espaço por onde as raízes nervosas saem da coluna, causando sua compressão. A compressão, por si só, gera dor ao longo do trajeto de todo o nervo e pode ser seguida de inflamação (radiculite ou neurite) que mantém o nervo sensível e dolorido por mais tempo. A hérnia de disco é o mecanismo mais comum de dor ciática.

O ciático é o nervo mais longo do corpo humano, nasce a partir das raízes nervosas da região lombar e desce até os dedos dos pés, sendo responsável por grande parte da sensibilidade e motricidade das pernas. A dor ciática ocorre devido a processos inflamatórios ou compressivos de uma ou mais das raízes nervosas que o formam, bem como de possíveis lesões ao longo do trajeto do nervo. A compressão das raízes nervosas costuma ser causada por distúrbios na coluna (artrose, fraturas, osteoporose), tumores ou processos inflamatórios. A dor costuma se manifestar ao longo do trajeto do nervo, ou seja, na região do quadril e irradia-se para a face posterior da coxa e das panturrilhas, podendo afetar, inclusive, o pé, variando bastante em cada paciente na dependência de quais raízes ou porções do nervo sejam afetadas.

O tratamento para a dor no nervo ciático pressupõe identificar e corrigir as causas responsáveis pela compressão desse nervo. Nas crises agudas, medicamentos como os analgésicos e os anti-inflamatórios representam recurso importante para alivio da dor. Pesquisas mostram que, tão logo os sintomas permitam, não faz a menor diferença voltar gradativamente à atividade física ou permanecer de cama até a dor desaparecer por completo.

Fisioterapia manipulativa, perda de peso, reeducação postural e prática de atividade física (caminhadas e alongamentos, por exemplo) respeitando as limitações de cada paciente são medidas fundamentais não só para promover a descompressão do nervo, mas também como para prevenir as crises. A cirurgia só deve ser indicada em casos especiais e devidamente avaliados pelo médico especialista.

Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui


Você não pode perder

Cursos de FISIOTERAPIA para mudar sua carreira:

Tecnologia do Blogger.