Sintomas da Bursite no Ombro








Resultado de imagem para ombro

Você tem várias bursas em seu ombro. As bursas são pequenas bolsa cheias de líquido que protege os tecidos ao redor das articulações. O conteúdo destas bursas é o líquido sinovial, uma substância de aspecto viscoso, com características de gel. As bursas contribuem para a proteção de choque e diminuem pressões e o atrito entre duas estruturas vizinhas (tendões, ligamentos e ossos).

Acesse o blog da Fisioterapia

Elas estão em muitas regiões do corpo, mas concentram-se próximas às articulações, nas áreas de contato entre tendões, entre tendões e ossos, ou entre a superfície do osso e a pele. No quadril, a bursa trocantérica (sobre o trocânter maior do fêmur) é uma das mais afetadas por inflamações. Sua bursa su-acromial é a bursa que mais inflama na região do ombro, diferentemente da sua bursa sub-deltóidea que raramente ocorre o processo inflmatório.


Bursite sub-acromial é uma causa comum de dor no ombro, que geralmente está relacionada à síndrome do impacto de sua bursa entre os tendões do manguito rotador e osso (acrômio).


Quais são os sintomas de bursite no ombro?

– Início gradual dos sintomas do ombro ao longo de semanas ou meses;


– Dor na parte externa de seu ombro;


– A dor pode se espalhar para baixo seu braço em direção ao cotovelo ou pulso;


– Dor agravada quando se está deitado sobre o ombro afetado;


– Dor agravada quando se usa o braço acima da cabeça;


– Arco doloroso de movimento – entre 60 – 90 ° ao mover o braço para cima e para fora;


– Quando o braço ultrapassa o arco doloroso e fica acima de 90 ° ocorrerá alívio da dor;


– Dor no ombro com atividades como lavar o cabelo ou atividades ou tentar alcançar a prateleira alta no armário.
Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui


Você não pode perder

Cursos de FISIOTERAPIA para mudar sua carreira:

Tecnologia do Blogger.