Utilize a Fisioterapia para tratar Bronquites






 http://2.bp.blogspot.com/-DB00_dlVA18/VXcm_KWyuQI/AAAAAAAAEGs/sOCX1jdDSpA/w1200-h630-p-nu/sinusite.jpg

O aumento dos casos de problemas respiratórios, principalmente em crianças, idosos e pessoas já propensas a terem doenças respiratórias no inverno ou em períodos mais fris deve servir de alertas para os fisioterapeutas.

A mudança da temperatura altera a defesa do organismo, deixando-o enfraquecido. Assim, é facilitada a proliferação de vírus e bactérias, principalmente no clima frio que o inverno proporciona. A baixa umidade do ar é ingrediente certeiro para o ressecamento das vias aéreas, abrindo brecha para complicações provocadas pela sinusite, bronquite e asma.

http://www.fisioterapiaparatodos.com/p/wp-content/uploads/2014/08/rob3000-Fotolia-com11.jpg
A bronquite é uma dos problemas respiratórios mais comuns. Ela é causada pela inflamação dos brônquios e acúmulo de muco nas vias respiratórias. A doença é desenvolvida principalmente pelo uso contínuo de cigarros, poluição do ar e contato com alguns elementos, como pessoas que trabalham em minas de carvão, fábricas de tecidos ou que lidam com grãos.
A fisioterapia é uma ótima forma de se tratar a bronquite. Com a adoção de técnicas que incluem higiene, estímulo à expectoração, ampliação da capacidade respiratória e fortalecimento da musculatura torácica, é possível mitigar as principais reações provocadas por essas doenças. A fisioterapia respiratória busca tratar de quadros de bronquite utilizando técnicas manuais ou com aparelhos e exercícios respiratórios, com o objetivo do paciente eliminar as secreções, favorecer a expectoração, facilitar a respiração e melhorar o estado pulmonar do paciente.
Ao ampliar a capacidade respiratória, a oxigenação dos tecidos é favorecida e o resultado é a melhoria da qualidade de vida. Do contrário, as pessoas ficam cansadas mais rápido, reduzem as atividades físicas e podem comprometer inclusive a vida sexual e rendimento no trabalho.
Além da atuação nas crises, há técnicas que trabalham de forma preventiva contra futuros problemas respiratórios. ia, que ganha resistência. Com isso o condicionamento físico melhora e o controle da respiração também. Esse processo permite prevenir as crises.
Quem sofre de doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) – conjunto de doenças que inclui bronquite e enfisema, por exemplo – deve aprender a viver com a constante hipersecreção. A tosse e o transporte mucociliar são importantes mecanismos de expulsão dessa secreção, mas ficam comprometidos em pessoas que apresentam as doenças respiratórias.
Outra importante alternativa para reduzir o processo de produção da secreção é manter a umidade do nariz. Quando o tempo está muito seco, as vias aéreas superiores têm um desgaste muito grande para umidificar e aquecer o ar para chegar de forma adequada ao pulmão.
Portanto, a fisioterapia pode ajudar com exercícios, com manipulações, com dicas a pessoa com bronquite, atuando de forma curativa e preventiva.
Até a próxima

Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui


Você não pode perder

Cursos de FISIOTERAPIA para mudar sua carreira:

Tecnologia do Blogger.