Lesões mais comuns em 10 esportes diferentes







http://www.ingredientecomunicacao.com.br/wp-content/uploads/2016/07/lesao-esporte-site-e1467830767128.jpg

A chegada das estações mais quentes estimulam a prática de exercícios, seja ao ar livre nos finais de semana ou uma rotina frequente de atividade física nas academias ou clubes. Independentemente de qual seja o objetivo – emagrecer ou ter mais qualidade de vida –, a prática de qualquer esporte ou atividade requer informações e preparo prévio para evitar lesões ou machucados.
AA atividade física previne uma série de doenças, ajuda no controle do peso e promove o bem-estar, mas a prática incorreta pode levar a dores e distensões musculares, se não houver cuidados prévios, e também aquecimento e alongamento adequados.

Nem sempre o corpo dá sinais de que tem algum problema, por isso é importante fazer uma avaliação médica antes de começar qualquer atividade física. É preciso investigar se não há nenhuma alteração que possa se manifestar com a prática, sobretudo se o paciente já sente alguma dor.

Esportes x lesões
As lesões provenientes de esportes cujas disputas envolvem contato físico entre os jogadores, como futebol, basquete e handebol, são diferentes das ocasionadas por outras modalidades praticadas individualmente, já que o contato físico aumenta o risco de lesão. As mais comuns são as entorses, também chamadas de torções, contusões, distensões, estiramentos e contraturas musculares.

Confira abaixo os tipos de esportes mais procurados e as lesões mais comuns:

1º - Futebol: nesse esporte, os movimentos são bastante complexos, pois são realizados com os pés, para várias direções e com cargas variadas. Quem joga costuma sofrer torções, distensões e contusões, principalmente nos tornozelos, joelhos e perna de apoio;

2º - Ginástica artística: os casos de dores são mais frequentes no punho na região lombar da coluna. Lesões por deslocamento e fraturas são acidentais e mais atribuídas às articulações do cotovelo e joelho. O tornozelo é apontado também como uma das articulações de traumas mais frequentes;

3º - Natação: as lesões causadas pela natação são mais frequentes em quem mantém uma rotina intensa de treinos, mas de forma inadequada, e as regiões do corpo mais propensas a lesões são os ombros e a coluna lombar;

4º - Judô: por ser esporte de contato, as lesões traumáticas agudas são as mais frequentes, como contusões, feridas, entorses. Lesões musculares crônicas são frequentes, bem como tendinites. Podem ocorrer também rupturas musculares de membros inferiores pelo esforço intenso.

5º - Vôlei: a entorse de tornozelo é a lesão traumática aguda mais comum na modalidade, porque o jogador poder tocar o pé na linha central da quadra, aumentando o risco de choques com o adversário, bem como e pisar no companheiro após saltar para executar o movimento do esporte.

6º - Vôlei de praia: a areia não é muito amiga das articulações e músculos, não esquecendo também que os pés tendem a perder aderência na areia, causando fadiga e lesões, como entorses, contusões quando da queda ao solo, lesões nos dedos das mãos e punhos são frequentes;

7º - Handebol: ombro, o joelho e o tornozelo são os principais locais lesionados dos praticantes desse esporte. As mãos e os dedos também são bastante afetados, visto que o handebol, assim como o basquete, é um esporte de altíssimo contato físico entre jogadores, geralmente grandes e fortes.

8º - Basquete: as lesões traumáticas agudas são comuns na articulação do tornozelo, seguida da mão e do joelho, e nas lesões por sobrecarga. O esporte também é marcado por ter corridas curtas e saltos sempre marcados pelo adversário.

9º - Atletismo: a síndrome do atrito da banda iliotibial é uma das lesões mais comuns entre corredores. Esta síndrome é caracterizada por dor na região lateral externa do joelho, e pode acontecer durante ou após a prática da corrida;

10º - Boxe: são comuns as lesões musculoesqueléticas, afetando principalmente os ligamentos das mãos e punhos.Com objetivo de imobilizar seu adversário, os traumas na cabeça, as concussões, são frequentes e merecem atenção especial principalmente para o tempo de retorno ao esporte ou mesmo sua eliminação.

È sempre bom antes de iniciar uma modalidade esportiva procurar um médico para uma avaliação prévia, como um checkup, e tomar os devidos cuidados para evitar lesões ou outros riscos à saúde. Desta forma, a prática esportiva passa a fazer parte da rotina do indivíduo de uma maneira segura, equilibrada e saudáve.

Você não pode perder:

Atualizações em Reabilitação Cardiopulmonar
eBook de Fisioterapia Hospitalar Completo
Drive Virtual de Fisioterapia



COMENTE O POST

Coloque no Google Plus

About Faça Fisioterapia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

Shopping