Objetivos da Fisioterapia Neonatal








Entende-se por fisioterapia neonatal os procedimentos realizados pelo profissional de fisioterapia, no período que se inicia logo após o clampeamento do cordão umbilical e se prolonga até 28 dias após o parto.

Durante esse período, o fisioterapeuta promove o manuseio da parte motora e pulmonar do recém-nascido.

Na fisioterapia neonatal, um dos objetivos do manuseio pulmonar traduz-se na remoção das secreções brônquicas em excesso. Embora alguns estudos clínicos tenham demonstrado os benefícios proporcionados pela fisioterapia em recém-nascidos pré-termo, através da melhora da mecânica pulmonar, sua utilização ainda é questionada.

A atuação de fisioterapeutas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) é exigida por lei, contribuindo com avaliações, tratamento cinesiológico e principalmente respiratório, prevenindo complicações, reabilitando, proporcionando ao neonato uma independência respiratória. Para isso o fisioterapeuta executa procedimentos, técnicas convencionais que promovem higiene brônquica, expansão torácica, entre outras, diminuindo assim o tempo de permanência na UTI.

Portanto, os principais objetivos da fisioterapia neonatal e pediátrica são: promover e manter adequada a função respiratória; estimular a atividade neural e preservar neurônios; melhorar a redistribuição do fluxo sanguíneo; gerar experiência de movimento normal e organizado e Interferir no tônus /fortalecimento muscular. Para isso, realiza abordagens terapêuticas específicas para crianças de cada faixa etária, com base nas características e vulnerabilidades de cada sistema, adaptando o organismo às influências do programa genético e dos fatores epigenéticos.
Por meio do acompanhamento fisioterapêutico, a criança é exposta a adequadas intervenções – respiratória, cardiovascular, musculoesquelética, neuromotora – que garantem alterações estruturais celulares e, perceptuais, motoras, cognitivas e sociais.
A fisioterapia neonatal e pediátrica previne e corrige deformidades musculoesqueléticas; melhora a qualidade do estado de consciência, ajudando na auto regulação; promove a integração da criança com o meio ambiente e seus familiares; favorece a estabilidade clínica; e ajuda a diminuir o tempo de internação
Conheça a Maratona de Neonatologia

Essa sequência de aulas, a Maratona de Neonatologia, foi pensada para que o aluno consiga compreender as necessidades específicas do atendimento ao paciente neonatal no que tange a: principais distúrbios respiratórios do neonato, oxigenoterapia e quais as principais características e também a estimulação sensório motora na UTI neo. Clique aqui e saiba mais!


Você não pode perder

Cursos de FISIOTERAPIA para mudar sua carreira:

Tecnologia do Blogger.