Fisioterapia na recuperação de Cirurgia Vascular







Olá, eu sou a Dani e esse texto fala sobre Fisioterapia na recuperação de Cirurgia Vascular. Antes de começar a lê-lo, siga o blog nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter. Você também pode entrar nos grupos de Whatsapp ou no grupo do Telegram . Agora, vamos à leitura!



Varizes são veias dilatadas e deformadas, de coloração púrpuro-azulada, que surgem ao longo das pernas e podem causar dor e inchaço. Sua ocorrência é mais comum em pessoas que necessitam ficar em pé por longos períodos.

Muitos fatores podem causar as varizes. Entre eles há a predisposição genética, gravidez, idade avançada, etc. Em outros casos, no entanto, elas podem indicar algum problema de saúde mais grave, como coágulos de sangue, veias danificadas, vasos sanguíneos anormais ou tumores.

A fisioterapia, com sua essência de reabilitação, pode beneficiar o paciente de cirurgia vascular e ajudá-lo a alcançar os objetivos estabelecidos ao ser submetido ao procedimento cirúrgico.

Sendo assim, o tratamento fisioterapêutico torna-se indispensável para aqueles pacientes que desejam uma recuperação efetiva com redução das intercorrências pós-cirúrgicas (edema, equimoses, hematoma, fibrose, retração de cicatriz, dor etc.) e por fim, alcançar o resultado estético idealizado inicialmente.

A atuação fisioterapêutica em cirurgia vascular pode ser iniciada na fase pré-operatória (antes da cirurgia), intraoperatória (durante a cirurgia) e pós-operatória.

A fisioterapia no pós-operatório vascular não pode resumir-se a apenas uma técnica, ou a um único sintoma, restringindo a melhora do paciente. O tratamento deve ser realizado por um profissional fisioterapeuta habilitado utilizando-se de um planejamento individualizado, buscando além do resultado estético, a sua funcionalidade. A atuação da fisioterapia pode iniciar- -se precocemente, ainda em centro cirúrgico, através da terapia compressiva como meio de controle e organização do edema e tecido cicatricial, prevenindo hematomas e fibroses.

Quanto mais precoce o tratamento é iniciado, mais as intercorrências pós-cirúrgicas podem ser evitadas e/ou controladas e o paciente desfrutará de um pós-operatório menos traumático e mais rápido o resultado estético poderá ser percebido.



Você não pode perder

Cursos de FISIOTERAPIA para mudar sua carreira:

Tecnologia do Blogger.