Filosofia básica do Método Halliwick




Olá, eu sou a Dani e esse texto fala sobre Filosofia básica do Método Halliwick. Antes de começar a lê-lo, siga o blog nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter. Você também pode entrar nos grupos de Whatsapp ou no grupo do Telegram . Agora, vamos à leitura!




O controle da respiração, do equilíbrio e a liberdade de movimentos são os principais objetivos do conceito Halliwick. Quando adquirida a habilidade para manter ou mudar a posição do corpo, de forma controlada, o participante torna-se capaz de responder com flexibilidade a diferentes situações, estímulos e tarefa criando ou solicitando movimentos com eficiência e independência.

A filosofia básica desta prática gira em torno da teoria do controle do equilíbrio e desenvolvimentos dos estágios de maturação do ser humano. Clinicamente falando, esta é a essência da teoria de Halliwick. Por isso, o uso de flutuadores não é aconselhável na aplicação da técnica. Adicionalmente, com o contato correto com o paciente é outra consideração importante, pois ele permite a mobilidade e facilita o movimento esperado ou a resposta à atividade. 

Desde que Halliwick originalmente desenvolveu-se como um programa de instrução ao nado, os mesmos objetivos ainda permanecem:
Melhorar a força muscular.
Melhorar a circulação sanguínea.
Melhorar os padrões respiratórios.
Melhorar o equilíbrio – um dos principais objetivos.

Desde sua concepção o Halliwick sempre enfatizou a alegria de estar na água reconhecendo que o prazer intensifica o aprendizado. Consistentemente manteve a filosofia de oportunidades iguais. O termo "nadador" para todos os participantes enfatiza a inclusão, participação e altas expectativas.

O trabalho em grupos oferece ao "nadador" a possibilidade de aumentar o aprendizado, pois motiva e oportuniza o aprender uns com os outros, melhorando a comunicação e a socialização. Jogos também são aplicados, pois escondem habilidades específicas em sessões lúdicas focadas no aprendizado pela brincadeira, tornando a sessão muito mais prazerosa. Boa comunicação entre "nadador" e instrutor é essencial ao envolvimento e no processo de aprendizagem. Após a adaptação ao meio e adquirido o controle do equilíbrio, os nadadores começam a participar de inúmeras atividades com independência. Neste momento, muitos experimentam pela primeira vez em suas vidas a completa liberdade de movimentos.

Voltado para Fisioterapeutas e acadêmicos, o Curso Top 5 para Terapia Aquática tem o objetivo de esclarecer algumas particularidades do ambiente aquático e demonstrar como os efeitos físicos da água influenciam no atendimento do paciente/cliente na piscina. Clique aqui e saiba mais!




Você não pode perder


Tecnologia do Blogger.